segunda-feira, 8 de junho de 2015

René explica mudanças e defende rodízio: 'Time está sempre inteiro'


Treinador citou jogadores que poderiam se lesionar após jogarem 90 minutos na sexta passada, contra o Mogi



René Simões preparou Botafogo para
enfrentar o Oeste (Satiro Sodre/SSPress)
Mesmo em boa fase, o técnico René Simões não se furta em fazer mudanças na equipe do Botafogo. Fora uma ou outra alteração por motivos técnicos, ele garantiu que muitas das trocas são para evitar lesões, como no caso de Marcelo Mattos e Elvis, que não enfrentar o Mogi Mirim, sexta-feira, mas serão titulares diante do Oeste, na terça.

- No jogo passado, se coloco o Mattos ou o Elvis, eles provavelmente teriam estourado. Agora, se boto o Roger Carvalho, corro um risco alto de lesão. Ele ficou dois meses fora e jogou 90 minutos na sexta. Não vale a pena. Lulinha também. Isso está dando equilíbrio e o time está sempre inteiro. O padrão não quebra - afirmou René, dizendo que se fosse em condições normais, pouparia Pimpão:

- Se não tivesse os dez dias sem jogos, não começaria com Pimpão amanhã (terça-feira). Se fosse jogar sexta ou sábado, Pimpão não jogaria contra o Oeste.

Atualmente, apenas o lateral-esquerdo Carleto está no departamento médico, após artroscopia no joelho esquerdo. René sabe da importância de ter todos os jogadores liberados, mas mostrou-se resignado com possíveis problemas musculares:

- Ter um time forte na parte física é bom para fazer composições. Alguém vai estourar algum dia. Mas com opções, o problema é minimizado. Isso é muito importante.


Luiz Gustavo Moreira/RADAR - LANCENET!