segunda-feira, 8 de junho de 2015

Botafogo preserva Pedro Rosa, mas René Simões confia em recuperação


Treinador afirma que lateral-esquerdo precisa de mais tempo para adaptação e destaca boa atuação de Luis Ricardo, mesmo improvisado




Criticado pela torcida, Pedro Rosa será preservado
 pelo Botafogo (Foto: Vitor Silva / SSPress)
Em meio a muitas possibilidades para promover um rodízio com o objetivo de preservar fisicamente seus jogadores, René Simões decidiu fazer uma alteração de ordem técnica para o jogo contra o Oeste. Muito criticado pela torcida no primeiro tempo da vitória por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim, Pedro Rosa perdeu a posição para o lateral-direito Luis Ricardo, que vai atuar improvisado do lado esquerdo. No entanto, o treinador fez o máximo para preservar o jogador recém-contratado do Volta Redonda, deixando claro que terá outras oportunidades.

René Simões admitiu que as vaias da torcida e a forma como Pedro Rosa reagiu a elas tiveram peso importante na decisão de promover a mudança na posição. No entanto, ressaltou que a atuação de Luis Ricardo contra o Mogi Mirim foi determinante para que fosse mantido contra o Oeste.

- Tenho certeza de que o Pedro não vai ficar desmotivado. O peso da camisa do Botafogo é grande, ela enverga varal, mas ele está tranquilo, vai se adaptar e dar alegrias. Para esse jogo ainda está muito em cima do que aconteceu. Então tem que baixar a poeira. Além disso, gostei muito da entrada do Luis Ricardo, deu uma dinâmica de jogo diferente. Não se pode fechar os para algo que aconteceu e que fez a equipe ir bem - explicou o treinador.

Na última sexta-feira, Thiago Carleto, titular da lateral esquerda, sofreu uma cirurgia no joelho e tem volta prevista para daqui a um mês. Além de Pedro Rosa, René Simões conta no elenco com Jean, promovido dos juniores, como especialista da posição.

- Claro que eu penso no individual e me preocupo com todos eles, mas ninguém está à frente do Botafogo. A coletividade é o ponto principal. Então, tiro o Pedro do time pela coletividade, pensando que assim o time vai melhorar - ressaltou René.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE