sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Multa por Pimpão ainda não é paga, e presidente do Bota fala em divergência


"Se não pagarem a multa, vamos pedir que volte", diz Carlos Eduardo sobre Emirates Club. Empresário do jogador confia que dinheiro será pago até semana que vem




Rodrigo Pimpão foi apresentado no Emirates Club.
Valor da multa rescisória ainda não caiu na
conta do Botafogo (Foto: Divulgação)
O Botafogo ainda não recebeu o valor referente à multa rescisória deRodrigo Pimpão, de US$ 500 mil (R$ 1,7 mi, na cotação atual). O atacante, porém, está nos Emirados Árabes, foi apresentado normalmente no novo clube e realiza pré-temporada. No entanto, ele pode voltar ao Alvinegro, caso a multa, de fato, não seja paga. É o que afirma o presidente Carlos Eduardo Pereira:

- Se não pagarem a multa, vamos pedir que volte. Seu contrato com o Botafogo está em vigor. Eles já estão atrasados no pagamento. O contrato não foi assinado por divergências entre as partes. Só o Pimpão assinou a rescisão. O Botafogo, não. Aguardaremos o pagamento até o começo da próxima semana. Se não pagarem, não tem rescisão e o contrato continua.

O empresário do jogador Márcio Bittencourt, porém, confia que tudo será resolvido até semana que vem. De acordo com ele, o pagamento ainda não foi feito devido a detalhes de contrato e de divergências com relação à data do pagamento. O contrato assinado pelo Emirates Club deve ser encaminhado ao Botafogo até este sábado.

Acredito que até amanhã (sábado)
o contrato assinado pelo Emirates seja enviado ao Botafogo, e o pagamento, efetuado na próxima semana".
Márcio Bittencourt, empresário de Pimpão

- Realmente houve divergências, mas elas já foram resolvidas. O pagamento ainda não foi feito porque existiam alguns detalhes do contrato, como a data do pagamento, a serem acordados ainda. Acredito que até amanhã (sábado) o contrato assinado pelo Emirates seja enviado ao Botafogo, e o pagamento, efetuado na próxima semana - afirmou Márcio Bittencourt.

O empresário também responde sobre a possibilidade apontada pelo presidente do Botafogo do atacante retornar ao Rio de Janeiro no caso de um não pagamento do valor devido.

- A possibilidade sempre existe, mas acredito que tudo será resolvido até a próxima semana. O Pimpão realizou pré-temporada na Sérvia, já estão em Dubai e já deram até casa para ele lá. Ele está muito feliz, uma vez que foi muito bem recebido - completou.

Pimpão fez seu último jogo pelo Botafogo contra o Náutico, em 18 de julho. Na semana que se seguiu, o atleta assinou a rescisão e seguiu para os Emirados. Em virtude de não ter recebido o valor contratual, o clube se precaveu de não assinar o documento até que o dinheiro tenha sido depositado em conta.

No começo da semana, o vice jurídico do Bota, Domingos Fleury, afirmou que acredita que haverá um "entendimento entre as partes", portanto, não será necessário uma ação junto a Fifa para cobrar o valor devido. Até porque a transferência ainda não foi 100% finalizada, uma vez que o Botafogo não enviou os documentos internacionais necessários para tal, como a rescisão.

Por Gustavo Rotstein e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE