sábado, 12 de setembro de 2015

Luís Henrique marca, dá camisa ao pai e revela pedido a Tomas para bater


Atacante sofre pênalti no fim da partida e pede para o companheiro para ser o cobrador. Ao converter, garoto de 17 anos fez o terceiro do Bota sobre o Mogi Mirim




Luís Henrique marcou o terceiro gol do Botafogo sobre
o Mogi Mirim, no Espírito Santo (Foto: Divulgação/Botafogo)
Luís Henrique teve uma noite de Loco Abreu nesta sexta-feira. Ao fim da partida contra o Mogi Mirim, quando já estava vencida por 2 a 0, o atacante sofreu pênalti e pediu para converter. Quem agarrou a bola, inicialmente, fora Tomas. Mas o companheiro cedeu a cobrança. O garoto de 17 anos mostrou personalidade e bateu com cavadinha, no meio do gol de Mauro, ampliando e fechando o placar no estádio Kléber Andrade.


- O Tomas pegou a bola para bater, mas eu disse: “Me dá uma moral porque que quero fazer um gol para torcida maravilhosa”. O goleiro veio no ouvido me intimidar, mas foi pegar a bola no fundo do gol - disse o atacante, após a partida.


A camisa usada por Luís Henrique contra o Mogi Mirim já tem destino certo. O jogador presenteará o pai, que, assim como o restante da família, foi ao estádio para torcer pelo garoto.


- Estou satisfeito. Muito feliz. Só tenho a agradecer por tudo. (Sobre o gol) De forma alguma quis humilhar ou desrespeitar ninguém. Só usei um recurso que achei que poderia ser gol. Só posso agradecer. Muito gratificante jogar no estádio do estado onde nasci e fazer gol para essa torcida. A camisa é para o meu pai, ele estava aqui, vendo o jogo - contou.


Este é o quarto gol de Luís Henrique com a camisa do Botafogo. Logo na sua estreia, marcou dois gols, na goleada por 5 a 0 sobre o Sampaio Corrêa - o outro gol foi contra o Bahia.


Com a vitória, o Botafogo se distanciou mais um ponto do segundo colocado. Segue na liderança, com 48 pontos. O segundo é o Paysandu, com 44. A próxima partida é contra o Oeste, na terça-feira, no Estádio Nilton Santos, às 21h30 (de Brasília).

Por GloboEsporte.com Vitória, ES