segunda-feira, 9 de novembro de 2015

ABC x Botafogo deve ser em Brasília; título pode ser festejado na Capital


Virtualmente rebaixado, clube potiguar vende partida para empresários, e Alvinegro tem acerto verbal. Falta autorização da CBF. Jogo será em 21/11, no Mané Garrincha




O Botafogo conta os dias para celebrar o acesso e, possivelmente, o título da Série B. A expectativa é que o time consiga o troféu no próximo sábado, diante do Santa Cruz, no Nilton Santos. No entanto, caso não obtenha sucesso diante dos pernambucanos, a conquista deve acontecer em Brasília. Virtualmente rebaixado, o ABC negociou a partida contra o Alvinegro, em 21 de novembro, para o Estádio Mané Garrincha.

- Está confirmado. Temos tudo acertado com o ABC e recebemos o “ok” do Botafogo. Está faltando apenas a CBF autorizar a mudança. Pode ser o jogo do título. Temos uma expectativa muito grande entorno desse jogo. Tem tudo para ser um sucesso – disse o ex-atacante Roni, um dos empresários que está levando a partida para a Capital Federal.

Botafogo enfrentou o Atlético-GO, pela 3º rodada, no Mané Garrincha (Foto: Carlos Costa/Futura Press)


O Botafogo está ciente do acerto e já chegou a um acordo verbal. O clube, no entanto, ainda não assinou e aguarda, por escrito, o compromisso de que todas as despesas do time serão pagas pelos empresários.

- Aparentemente está tudo certo. Sem dúvida pode ser uma boa oportunidade para a torcida de Brasília ver de perto o Botafogo. Tudo indica que isso acontecerá, mas ainda não formalizamos. Por enquanto, temos um acerto verbal – frisou o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira.

O Botafogo tem, no momento, cinco pontos de diferença para América-MG e Vitória, segundo e terceiro colocados, respectivamente. Para sagrar-se campeão no sábado, diante do Santa Cruz, é necessário que a vantagem seja de pelo menos sete pontos, uma vez que faltarão duas rodadas para o fim da competição.

O Botafogo já esteve em Brasília nesta Série B. Na terceira rodada, o Atlético-GO levou a partida para o Mané Garrincha. Na ocasião, 7.822 torcedores presenciaram o empate por 0 a 0. A renda foi de R$ 361.780.


Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE