segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Até então "virgem", mais da metade do elenco do Botafogo festeja 1º título


Dezoito jogadores do grupo alvinegro soltam, pela primeira vez, o grito de campeão




Time grande deve comemorar título de Série B? A questão divide torcedores. Para os jogadores, no entanto, não há dúvida: é hora de celebrar. Especialmente para mais da metade do elenco alvinegro, que conquistou, pela primeira vez na carreira, um título profissional.

- Não importa se é título de Série B, C ou D. É meu primeiro título como profissional e vou comemorar muito - disse Sassá, que não participou dos últimos jogos por conta de uma lesão no joelho que o fará voltar aos gramados somente em maio do ano que vem.

No elenco do Botafogo, 18 jogadores conquistaram um título pela primeira vez. A maioria participou da campanha da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Brasileiro. O Campeonato Brasileiro da Série B, no entanto, é a primeira competição no currículo deles.

Luís Henrique, Fernnandes, Roger Carvalho... jogadores conquistam primeiro título (Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo)
O grupo até então "virgem" no quesito títulos, em sua maioria, é formado por jovens, como Luís Henrique, Fernandes e Diego, integrados nesta temporada ao elenco profissional.

- É um sentimento indescritível, não posso descrever agora. Estou muito feliz. É um título que o Botafogo não conquista há 20 anos, não importa se é Série A ou B, é campeonato nacional. Eu sendo tão novo, já conquistando um título desses, me sinto muito orgulhoso. Estou muito feliz, o Botafogo merece e essa torcida também - afirmou Luís Henrique.

Foi a primeira vez de muitos jovens, mas teve atleta experiente levantando taça pelo primeira vez na Série B. É o caso, por exemplo, de Roger Carvalho. Aos 28 anos e com passagens por clubes como São Paulo, Vitória e Figueirense, além de futebol português e italiano, o zagueiro conquistou, com a camisa do Botafogo, o seu primeiro título.

- Muito legal ter esse primeiro título nacional e com o time do Botafogo, pela história que o clube tem, pelo ano que foi... Ganha um peso maior ainda. Estou muito contente. Conquistamos o nosso objetivo. E isso me deixa com um ar de satisfação. Agora dá uma carimbada, uma colorida no currículo (risos) - brincou.




Por Jessica Mello e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE