domingo, 1 de novembro de 2015

Daniel Carvalho fala sobre atuar por 90 minutos pelo Botafogo: ‘Não posso abusar. Mas se tiver a necessidade, vou jogar’



Daniel Carvalho jogou a sua terceira partida inteira pelo Botafogo Foto: Guilherme Pinto / Extra

A cada partida, o desempenho de Daniel Carvalho no Botafogo é analisado, justamente porque o meia ficou quase dois anos parado. Na vitória por 1 a 0 diante do Bahia, no sábado, pela Série B, o jogador fez a seu terceiro jogo inteiro pelo clube, ou seja, atuou durante os 90 minutos. Após o confronto, ele comentou sobre a sua evolução.

– Sabia que estava muito quente, mas aguentei os 90 minutos. As pessoas são estão vendo a minha evolução quando o campeonato está chegando ao fim. Mas para quem estava há um ano e meio parado, está de bom tamanho. Mas não posso abusar. O Ricardo e os preparadores sabem que tenho dificuldade na parte física, mas se tiver a necessidade, vou jogar – disse na zona mista.

Daniel Carvalho se mostrou um pouco desconfortável por sempre responder a mesma questão, justamente se ainda aguenta ou não mais um jogo inteiro.

– Sempre que eu jogar vão me fazer essa pergunta.... Mas se não há necessidade de eu estar em campo, não tem porque eu ficar o jogo todo. Já tive uma sequência de jogos e sofri uma lesão. A gente toma cuidado, mas tudo depende do jogo e não se estou bem ou não fisicamente – afirmou.

O técnico Ricardo Gomes elogiou a evolução do meia em campo, apesar dos seus 32 anos e a falta de ritmo de jogo por tanto tempo. Mas o treinador lembrou que um atleta nunca volta a ser o mesmo após ficar tanto tempo parado.

– O jogador que para dois anos, não tem jeito de voltar como antes. Não tem como. O Daniel, apesar da idade, tem velocidade, técnica, faltava o corpo. Ele pagou o preço nesse ano, mas nesse final está sendo muito importante. Não tem como o cara se entregar sem estar bem fisicamente. Ele tenta o melhor. Agora ele está no seu melhor. É bem diferente – disse o técnico.

Ex-jogador do Criciúma, Daniel Carvalho está ansioso para reencontrar a equipe e espera que o Botafogo vença para se garantir na Série A de 2016.

– Esse jogo será difícil. Eu já joguei lá, vivi em Criciúma e sei o quanto é difícil jogar naquele estádio. O Botafogo vai encontrar dificuldades lá, eles vão se empenhar para ganhar da gente. Mas vamos conversar bastante nesta semana – disse o jogador.

O Botafogo enfrenta o Criciúma no próximo sábado, às 17h10, no Heriberto Hulse, pela 34ª rodada da Série B do Brasileiro. O Alvinegro lidera a competição, com 65 pontos.



Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/botafogo