domingo, 1 de novembro de 2015

Jefferson deixa festa para a torcida e espera Bota focado contra o Criciúma


Goleiro pede concentração, agradece o apoio para que retome posto na Seleção e lembra último jogo contra Argentina, quando defendeu pênalti cobrado por Messi




O goleiro Jefferson, maior estrela do elenco do Botafogo, não esconde o otimismo e alegria com a situação da equipe na tabela do Campeonato Brasileiro da Série B. O time está a um passo de garantir matematicamente o retorno à elite do futebol nacional, e ele afirma que agora é o momento de ser profissional. A receita de Jefferson para espantar a ansiedade e a acomodação é pensar jogo a jogo, e a consciência de que, mesmo garantindo o acesso à Série A, ainda haverá outro objetivo no ano: o título.

Apesar dos elogios à equipe, o goleiro reconhece que será inevitável a busca por reforços caso o clube confirme o retorno à Primeira Divisão. Sobre a seleção brasileira, diz que aguarda uma nova oportunidade, e tem boas recordações do próximo adversário do Brasil nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

- Confesso que a gente está bem otimista e alegre com tudo o que está acontecendo, mas somos profissionais, pensamos jogo após jogo, pés no chão. Mesmo se garantirmos o acesso, temos outro objetivo que é buscar o título. Vamos deixar a torcida comemorar e manter a concentração. Mas é claro que esse jogo contra o Bahia foi muito importante. Não tem jogo fácil.

Jefferson quer deixar a comemoração, por enquanto, apenas com a torcida do Botafogo (Foto: Satiro Sodré / SSPress)

Questionado se o atual elenco alvinegro teria condições de fazer uma campanha semelhante na Série A, o goleiro afirmou:

- Não sei, não tem como fazer uma comparação, a gente sabe que (a Série B) é diferente da Série A. Claro que classificando teremos de nos reforçar, é muito competitivo, mas não tem como fazer uma comparação, é muito diferente.




Ao falar sobre a seleção brasileira, o goleiro se mostrou feliz com o apoio da torcida alvinegra após ter sido substituído por Alisson, do Internacional, contra Venezuela. Ele lembrou ainda que a Argentina, próxima adversária do Brasil nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, no dia 12 de novembro, lhe traz boas recordações. Em outubro de 2014, Jefferson enfrentou a tradicional rival do Brasil e acabou defendendo um pênalti cobrado por Messi (veja no vídeo acima).

- Fico feliz pela manifestação dos torcedores, me motiva mais ainda, me emociona, e poder voltar a ser titular na Seleção é com o tempo, treinamentos, esperar a oportunidade aparecer. O último jogo contra a Argentina me marcou muito, tive a oportunidade de defender um pênalti do melhor jogador do mundo, que é o Messi, então tenho boas recordações.

Jefferson disse ainda que Neymar estará disputando o posto de melhor do mundo em um futuro próximo:

- O Neymar está caminhando para ser um dos melhores do mundo, amadurecendo muito rápido. Com certeza em pouco tempo vai disputar essa bola de ouro.


Por Vicente Seda Rio de Janeiro/GE