quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Ansioso para 2016, Lindoso espera despertar faro de gol pelo Botafogo


"Depois que sair o primeiro, vai dar confiança para ir saindo outros", diz volante, que tem histórico de muitos gols no Carioca e se prepara para jogar sua segunda Série A





Um dia depois de o Botafogo anunciar a dispensa de 11 jogadores, a primeira coisa que a diretoria fez foi renovar com Rodrigo Lindoso. O volante, que estava emprestado pelo Madureira, assinou no início do mês contrato por mais dois anos em General Severiano. Titular na reta final da campanha do título da Série B do Campeonato Brasileiro, o jogador é uma das peças chave do elenco que está sendo reformulado para o retorno à Primeira Divisão nacional e para a disputa do Carioca. Estadual em que acostumou a fazer muitos gols nos últimos anos: foram cinco em 2015, outros cinco em 2013 e sete em 2011, todos pelo Tricolor Suburbano (confira alguns no vídeo abaixo). Agora, ele espera despertar a veia artilheira também pelo Alvinegro.





- No Madureira cheguei a jogar muitas partidas como meia, então você sempre está mais perto do gol, e acabavam acontecendo bastantes oportunidades. Eu também batia os pênaltis lá, isso ajudava, dava mais confiança. Mas é questão de adaptação. Foi um ano com uma Série B difícil. Com contrato renovado e um pouco mais de tempo de casa, já conhecendo muitas pessoas, e o próprio professor já conhecendo um pouco mais do meu trabalho, creio que já no Carioca vou procurar sempre chegar ali na frente. Tenho um chute de longa distância bom, cobro falta bem também. Mas independentemente da função sempre dá para chegar uma ou outra vez. Quando você está na frente chega com mais constância, e quando está lá atrás chega poucas vezes, mas de qualquer forma é procurar aproveitar e, depois que sair o primeiro, vai dar confiança para ir saindo outros - avaliou o atleta, de 26 anos.

Com contrato renovado e um pouco mais de tempo de casa, já conhecendo muitas pessoas, e o próprio professor já conhecendo um pouco mais do meu trabalho, creio que já no Carioca vou procurar sempre chegar ali na frente. Tenho um chute de longa distância bom, cobro falta bem também"
Rodrigo Lindoso, volante do Botafogo


Prestigiado internamente, Lindoso está ansioso para 2016, ano em que vai disputar pela segunda vez a Série A. A primeira oportunidade que teve na elite do país foi há quatro anos, quando foi contratado pelo Fluminense após se destacar no Carioca. Mas o jogador, então com 21 anos, não se firmou, disputou apenas cinco jogos no clube, sendo quatro pelo Brasileirão e um pelo estadual. Apesar da curta passagem, ele considera a experiência importante ao reencontrar a competição nacional e aposta num Botafogo forte, mesmo com a perda de vários jogadores.


- É muito importante (renovação), dá mais confiança. Agora é focar mais em 2016 e procurar melhorar sempre. Quando cheguei no Fluminense era muito novo, tudo que aconteceu não me arrependo, foi uma experiência boa. E quando cheguei ao Botafogo falei que tinha que fazer tudo novo porque lá as coisas não deram muito certo, e eu tinha que procurar melhorar tanto dentro quanto fora de campo. Foquei nisso, procurei me dedicar nessas partes e graças a Deus deu resultado. Agora é Série A, o nível de competição é muito elevado, mas como já tenho uma experiência acho que isso vai me ajudar.

Rodrigo Lindoso vem mantendo a forma nas férias em academia da Zona Oeste do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)


Após passar parte das férias em São Luís, no Maranhão, cidade em que nasceu e onde ainda tem familiares, Lindoso voltou ao Rio de Janeiro e vem cuidando da forma física em uma academia na Vila Valqueire, na Zona Oeste. Depois de demorar a se firmar no Botafogo, o volante valorizou o período para adaptação e aposta num Alvinegro forte para o ano que vem, mesmo sem seis titulares que terminaram a temporada: Roger Carvalho, Carleto, Luis Ricardo, Willian Arão, Daniel Carvalho e Navarro já deixaram o clube.


- A questão da afirmação é um processo que demora um pouco, tive paciência, esperei minha oportunidade chegar e pude aproveitá-la bem. Sei que tenho muito a melhorar, mas esses quatro cinco meses no Botafogo foram maravilhosos, fui bem recebido. As metas passadas graças a Deus foram cumpridas. Pode ter certeza que o Botafogo vai vir forte, é grande do Brasil, a gente vai estar fazendo um trabalho muito forte para render frutos lá na frente - afirmou.


Por Thiago Lima Rio de Janeiro/GE