quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Um gringo por outro: Botafogo pensa em Ortega para lugar de Navarro


Com renovação de uruguaio quase descartada, Alvinegro inicia conversas para contratar atacante paraguaio do Sportivo Luqueño




Inicialmente tratada como uma das prioridades, a renovação de Navarro já é dada como improvável no Botafogo. Mas ao mesmo tempo, o clube articula a contratação de outro estrangeiro para substitui-lo. O nome da vez é o paraguaio Jorge Ortega, semifinalista da Copa Sul-Americana pelo Sportivo Luqueño.


A permanência de Navarro começou a ser tratada algumas semanas antes do fim do Campeonato Brasileiro e, por isso, o clima entre os dirigentes era de confiança. Mas o tempo foi passando, e os contatos cada vez mais escassos com o empresário do uruguaio, Gerardo Cano, fizeram o Botafogo buscar alternativas.

Jorge Ortega em jogo do Sportivo Luqueño, pela Copa Sul-Americana de 2015 (Foto: Guillermo Legaria/AFP/Getty Images)


Segundo alguns integrantes da diretoria do Botafogo, que acompanham a negociação de perto, os valores pedidos pelo empresário de Navarro aumentaram, e até hoje não foi dada uma resposta clara à última proposta oficial formulada pelo clube. Em princípio, há uma reunião marcada para estar quinta-feira com o agente no Rio de Janeiro. Mas o Alvinegro já não leva muita fé.


- Ele diz que vem - ironizou um integrante da diretoria, referindo-se a Gerardo Cano.


Assim, as atenções estão voltadas a outros jogadores do Mercosul. Um deles é Jorge Ortega. Atacante rápido, com faro de gol, ele agrada ao Botafogo justamente por exercer duas funções no ataque. Aos 24 anos, ele teve neste ano sua melhor temporada: além de 11 gols no Campeonato Paraguaio, Ortega foi vice artilheiro da Copa Sul-Americana, com quatro gols. O mais bonito, contra o Atlético-PR, quando deu um chapéu em Vilches e encobriu o goleiro Weverton (veja o lance no vídeo abaixo).




O Botafogo acena com dois anos de contrato ao jogador. Além de uma quantia em dinheiro, o clube carioca aposta na vitrine do futebol brasileiro. Em caso de uma futura negociação, o Sportivo Luqueño ficaria com 20% do valor da venda.

Com a saída de Neilton e a dificuldade para renovar com Navarro, o Botafogo conta, no momento, apenas com Luís Henrique, Ronaldo e Vinícius Tanque para o setor. Sassá está machucado e só deve retornar em maio, já durante o Campeonato Brasileiro. O clube chegou a fazer uma sondagem por Alecsandro, do Palmeiras, mas a conversa não evoluiu.

Por Gustavo Rotstein e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE