quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Bota recebe oferta e deve mudar de fornecedor de material esportivo


Dry World, empresa canadense que também fez propostas a Atlético-MG e Flu, oferece mais dinheiro que a Puma, que conta com insatisfação por parte do Alvinegro




Lançamento dos novos uniformes aconteceu só no fim
 de agosto (Foto: Gustavo Rotstein/ GloboEsporte.com)
O Botafogo recebeu uma proposta da empresa canadense Dry World para mudar seu fornecedor de material esportivo para 2016. Os valores, não revelados, são maiores que os oferecidos pela Puma, que ainda conta com certa insatisfação por parte do Alvinegro em virtude de problemas com a disponibilidade dos novos uniformes à venda nas lojas oficias neste ano.


A prioridade, no entanto, é da Puma, que tem contrato com o Botafogo até maio de 2016. O Glorioso encaminhou a proposta recebida à empresa nesta terça-feira e aguarda uma resposta em até uma semana para saber se ela irá cobrir os valores ou não. Em caso positivo, uma cláusula contratual resguarda a preferência por parte da Puma.


Neste ano, o novo uniforme foi lançado tardiamente, apenas no fim de agosto, após três remarcações de datas. Nos anos anteriores da parceria, os eventos ocorreram em fevereiro e abril. Além disso, após o lançamento das novas camisas, houve uma grande procura por parte dos torcedores nas lojas oficiais, que encontraram as prateleiras vazias, gerando uma série de reclamações.

A Dry World está entrando no mercado brasileiro e já irá patrocinar o Atlético-MG no ano que vem - curiosamente, o fornecedor atual do Galo também é a Puma. A empresa canadense também fez uma proposta ao Fluminense nesta semana. A Dry World foi fundada em 2010 e começou produzindo tênis. A empresa cresceu e foi para outros países com sua tecnologia "Dryfeet". A principal modalidade que atende é o rugby, além do futebol americano, MMA e boxe.

Por Jessica Mello Rio de Janeiro/GE