quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Lizio liso? Apresentado, boliviano do Bota espera corresponder ao apelido


Meia elogia adaptação ao país, se candidata a cobrador de faltas e aprova trocadilho da torcida com o seu nome: "Que possam ver em mim um jogador que desequilibra"





Foi só Damián Lizio, meia argentino e naturalizado boliviano para defender a seleção do país, desembarcar no Brasil com status de camisa 10 que a torcida do Botafogo logo se animou. Nas redes sociais, logo pipocou um trocadilho com o seu nome: Lizio liso, que virou até hashtag no Twitter. Após vir treinando desde o início de janeiro em General Severiano, ter participado da pré-temporada do clube em Domingos Martins, no Espírito Santo, e já ter até entrado em campo - no amistoso contra a Desportiva Ferroviária no último sábado -, enfim ele conseguiu resolver todas as pendências contratuais e foi apresentado oficialmente pelo Alvinegro na noite desta quinta-feira ao lado do gerente de futebol, Antônio Lopes. Questionado se já sabia do apelido dado pelos botafoguenses na internet, o jogador de 26 anos sorriu ao dizer que sim e espera corresponder à expectativa criada em torno de si diante do maior desafio de sua carreira.

Antônio Lopes e Damián Lizio na apresentação oficial do meia pelo Botafogo (Foto: Thiago Lima / GloboEsporte.com)



- Sim, quero dizer muito obrigado, vi o comentário que a torcida me fez com respeito a ser liso, creio que é muito gracioso. Que seja para o bem. Que as pessoas possam ver em mim um jogador que desequilibra, e eu possa ir bem.


Já se passou quase um mês desde que chegou ao Brasil, e Lizio garante estar se adaptando rápido. Com passagens por países como Kuwait e Chipre, o meia disse que já vivenciou culturas muito diferentes e que a brasileira é parecida com a da Argentina.


- Adaptação está sendo muito boa, compreendo muito o que falam, há muitos sul-americanos no Brasil e aqui no Botafogo. Joguei em países com culturas mais difíceis, já os brasileiros são carismáticos, é muito mais fácil desfrutar dos treinos e jogos. A adaptação vai ser muito rápida - garantiu o jogador, que já se mostrou à vontade com a temperatura do Rio e não titubeou ao responder o que é mais difícil, o calor ou a altitude?


- A Altitude.


No treino desta quinta, Lizio foi escalado como titular no lugar de Gervasio "Yaca" Núñez e marcou o único gol do coletivo, um golaço de falta no ângulo de Helton Leite. O meia se colocou como candidato a cobrador oficial de faltas do time - posto vago desde as saídas de Daniel Carvalho e Thiago Carleto - e sonha alto com o Botafogo.


- Normalmente cobro as mais frontais. Cobro também as laterais ou escanteios, mas prefiro as perto da área. (Espectativa) De ganhar o título, ser campeão do Carioca. Não conheço muito dos rivais ainda, mas creio que o Botafogo por sua história tem que almejar ser campeão.


Por Thiago Lima/Rio de Janeiro/GE