quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Luís Henrique entra em cobiçada lista europeia, mas mãe refuta transferência


Gerenciadora da carreira do filho celebra reconhecimento no maior centro do futebol, mas garante foco no Bota e adia meta de jogar fora do país: "Projeto mais para frente"




Luís Henrique já desperta a cobiça de clubes
europeus em seu futebol (Foto: Botafogo)
Aos 17 anos, Luís Henrique já subiu para os profissionais do Botafogo, marcou gols, virou titular e já despertou a atenção do futebol europeu. Apesar de o começo em branco em 2016 - em três partidas ainda não balançou a rede -, nos últimos dias o atacante entrou numa seleta lista, feita pela conceituada revista inglesa "FourFourTwo", sobre os nove jovens jogadores brasileiros com talento para jogar por grandes clubes do Velho Continente. Ao lado do alvinegro, nomes como Gabigol (Santos), Gabriel Jesus (Palmeiras), Valdivia (Internacional), Vitinho (Corinthians), Richarlison e Gustavo Scarpa (Fluminense), além de Rodrigo Caio e Thiago Mendes (São Paulo). A publicação cita ainda a multa rescisória da joia, que é de R$ 60 milhões para clubes do exterior, como baixa. Mas pode chover proposta que a promessa não deixará General Severiano, ao menos por ora.


Quem garante é Tanara Farinhas, mãe e gerenciadora da carreira do filho. Ao GloboEsporte.com, ela vibrou com o reconhecimento no maior centro do futebol mundial, mas pregou que ainda é cedo para se pensar em transferência, garantiu foco no Botafogo e adiou a meta de jogar fora do país por tempo indeterminado.

Ficamos felizes com este reconhecimento internacional, fruto de toda uma preparação que estamos fazendo com o Luís Henrique desde a base. Ele é muito novo ainda e sabe que tem muito o que conquistar. (...) Pensar em transferência é algo que temos como projeto mais para frente"

Tanara Farinhas, sobre indicação de Luís Henrique à lista dos destaques jovens do país


- Ficamos felizes com este reconhecimento internacional, fruto de toda uma preparação que estamos fazendo com o Luís Henrique desde a base. Ele é muito novo ainda e sabe que tem muito o que conquistar. No momento está com o foco totalmente voltado ao Botafogo e espera participar e ajudar neste momento de transição do clube. Pensar em transferência é algo que temos como projeto mais para frente.


Sem empresário para Luís Henrique, Tanara criou uma força tarefa familiar para cuidar da carreira do filho. Do cunhado, o advogado Diego Beretta, vem a assessoria jurídica. Formada em Letras, a irmã de Tanara, Cibélle Farinhas, ministra aulas de inglês para Luis. Ex-jogador profissional no Espírito Santo, o pai do jovem, Evilmar Taffner, participa na parte técnica, com conselhos antes e depois dos jogos.


Esta não foi a primeira vez que Luis Henrique despertou a curiosidade do futebol europeu. Em julho do ano passado, ao assinar contrato de três anos com a "Puma", a marca fez um vídeo com o atacante francês Olivier Giroud, do Arsenal, da Inglaterra, dando boas-vindas ao jovem.


Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro/GE