terça-feira, 22 de março de 2016

"Yaca" marca três, e Botafogo vence jogo-treino contra time da Escola Naval


Alvinegro ganha por 5 a 0 com destaque para meia argentino, atualmente barrado da equipe titular. Neilton e Matheus Fernandes também estufam a rede durante goleada




O que seria um simples treino para os reservas na tarde desta terça-feira, na Escola Naval, virou um jogo-treino contra o time da Marinha. Melhor para o Alvinegro, que testou vários jogadores que não vêm sendo utilizados e ainda goleou por 5 a 0. Destaque para Gervasio "Yaca" Núñez, autor de três gols, enquanto Neilton e Matheus Fernandes, que vem alternando participação entre os profissionais e os juniores, completaram o placar. Atualmente barrado da equipe titular, o meia argentino tenta recuperar seu espaço após começar a temporada entre os 11 iniciais, ter balançado a rede duas vezes no Carioca, mas ter caído de produção logo depois. A atividade foi observada de perto pelo técnico Ricardo Gomes e pelo gerente de futebol Antônio Lopes.

Igor Rabello faz o passe observado por Ricardo Gomes e Antônio Lopes à beira do campo (Foto: Divulgação / Botafogo)

Ricardo dividiu dois times para cada tempo: no primeiro, jogou Helton Leite; Diego, Renan Fonseca, Emerson Silva e Jean; Diérson, Fernandes, "Yaca" e Leandrinho; Neilton e Luís Henrique. Com esta escalação, o Botafogo abriu 2 a 0, ambos com o argentino, incluindo um belo gol de falta. Na segunda etapa, O treinador trocou cinco jogadores e usou dois que vinham jogando com a equipe sub-20 no estadual da categoria: o zagueiro Marcelo e o volante Matheus Fernandes, que marcou um gol. O ataque foi mantido, e Neilton também deixou a sua marca. Os outros que entraram foram Marcinho, Igor Rabello e Lucas Zen.


Com o jogo-treino, Ricardo já começa a estudar o substituto de Luís Ricardo na lateral direita - o titular sofreu uma lesão muscular no adutor da coxa direita e está vetado para o clássico deste domingo, contra o Vasco, e possivelmente da partida diante do Volta Redonda, na próxima quarta-feira. Diego, de 20 anos, largou na frente de Marcinho, de 19. Outra opção é Octávio, meia que vem sendo improvisado no setor desde a pré-temporada, jogou praticamente toda a partida contra o Madureira na posição e nesta terça fez apenas um trabalho regenerativo pela manhã em General Severiano.


Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro/GE