terça-feira, 22 de março de 2016

Destaque do Bota, Airton é quem mais sofre falta no Carioca: 29 em oito jogos


Outrora marcado com fama de mau, volante tem média de 3,6 infrações recebidas por partida, segundo site "Footstats". Jogador é visto internamente como a coluna do time



Ricardo Gomes citou o temperamento como um problema a corrigir, mas prometeu um novoAirton em 2016. E não é que o volante está realmente diferente: outrora marcado pela fama de jogador violento, ele agora é quem mais sofre faltas no Campeonato Carioca. Segundo informações do site "Footstats", que analisa apenas os números dos quatro grandes do Rio de Janeiro, o jogador já recebeu 29 infrações em oito partidas. Média de 3,6 por jogo, muito à frente do 1,7 de Ribamar, outro alvinegro que aparece na lista dos maiores dados do quesito.

Quem mais sofreu faltas*:

29: Airton (Botafogo)
25: Emerson Sheik (Flamengo)
25: Nenê (Vasco)
21: Wellington Silva (Fluminense)
20: Marcelo Cirino (Flamengo)
19: Madson (Vasco)
18: Andrezinho (Vasco)
17: Jorge Henrique (Vasco)
17: Ribamar (Botafogo)
17: Gabriel (Flamengo)

*Fonte: Footstats


De encostado no ano passado a titular absoluto na atual temporada, Airton é tido internamente no elenco como a coluna vertebral da equipe. Opinião também compartilhada pela diretoria e comissão técnica. O volante versão 2016 além de proteger a dupla de zaga com sua marcação, ainda aparece à frente para auxiliar na construção de jogadas. Foi após uma arrancada até a linha de fundo que saiu o cruzamento para o gol de Ribamar contra o Fluminense, desviando finalização de Gegê na área. Com três cabeças de área, ele tem mais liberdade para avançar, embora seja quem mais fique atrás em comparação a Rodrigo Lindoso e Bruno Silva, dupla que avança com maior frequência.

Olha o bote: Airton já sofreu 29 faltas em oito partidas, média de quase 4 por jogo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Com histórico de lances violentos, contra jogadores como Alexandre Pato e Nilmar, por exemplo, Airton não se orgulha do passado e tenta apagar a fama. Em entrevista ao GloboEsporte.com no mês passado, o volante garantiu que a fama a qual foi atribuído não faz jus a seu futebol.

Quem mais cometeu faltas*:

27: Julio dos Santos (Vasco)
23: Guerrero (Flamengo)
22: Airton (Botafogo)
18: Nenê (Vasco)
17: Riascos (Vasco)
17: Pierre (Fluminense)
16: Wellington Silva (Fluminense)
16: Bruno Silva (Botafogo)
16: Rodrigo Lindoso (Botafogo)
15: Emerson (Botafogo)

*Fonte: Footstats

- O Ricardo conversou comigo. Falou que eu não precisava fazer o que eu fazia, que eu sabia jogar. Ele vem me instruindo, até em relação a posicionamento. Foram lances que aconteceram e não me orgulho. Eu me arrependi. Foram momentos que perdi a cabeça. E peguei essa fama. No Botafogo, foram três expulsões (Flamengo, São Paulo e Coritiba). Mas peguei a fama e parece que foram 20. Espero acabar com essa imagem. Eu sei jogar - afirmou, na época.


Apesar do lado mais armador, Airton não deixa suas funções defensivas de lado e também aparece na relação do "Footstats" dos jogadores que mais cometem faltas no estadual: ele já fez 22, média de 2,7 por partida - está só atrás de Guerrero, do Flamengo, com 23, e Julio dos Santos, do Vasco, com 27. O volante já recebeu cinco cartões amarelos na temporada. Os outros alvinegros da lista são Bruno Silva e Lindoso, com 16, e Emerson, com 15.


Por GloboEsporte.com/Rio de Janeiro/GE