quarta-feira, 11 de maio de 2016

Em compasso de espera por Barcos, Bota aguarda Sporting e tem plano B


Ciente das cifras exigidas pelo atacante, clube espera conversa entre irmão do atleta e portugueses. Alvinegro tem outros dois atacantes em mira. Ambos jogam no exterior




O Botafogo está em compasso de espera por Hernán Barcos. Ciente das cifras pretendidas pelo atacante, o clube aguarda uma posição do Sporting. O argentino tem mais um ano de contrato com a equipe de Lisboa. No entanto, pouco aproveitado, espera ser negociado ao término do Campeonato Português.

Com as cifras em mãos, o Botafogo autorizou o irmão de Barcos, David Barcos, a negociar com o Sporting. O agente ainda não respondeu. A expectativa é que as conversas avancem na próxima semana, com o fim do Campeonato Português no domingo. A dois pontos do Benfica, o Sporting ainda tem chances de título. Procurado pelo GloboEsporte.com, o empresário despistou sobre o interesse do clube carioca

- Não há negociação com nenhum clube – disse David Barcos. 

Insatisfeito, Barcos disputou apenas sete jogos pelo Sporting. Nenhum como titular (Foto: EFE)


O Botafogo trabalha com a informação de que o Barcos gostaria de receber cerca R$ 300 mil, além de luvas de R$ 1,3 milhão. Na semana passada, o gerente Antônio Lopes foi flagrado em um restaurante do Rio de Janeiro conversando sobre o assunto. O vazamento da informação gerou um certo mal-estar interno. O presidente Carlos Eduardo Pereira confirmou o interesse, mas afirmou que, por enquanto, as conversas estão em fase preliminar.

- O que houve foi uma consulta, uma conversa com o irmão dele que é o procurador dele. Até agora não houve maior evolução. Digo que foi uma conversa embrionária. Fundamentalmente, a gente não quer estabelecer nenhum vínculo maior, nenhuma confirmação sobre negociações até que elas estejam alinhavadas. Não quero criar expectativas e depois frustrar a torcida do Botafogo.

Envolvido na negociação que levou o colombiano Fredy Montero para o Tianjin Teda, da China, Barcos desembarcou em Lisboa no início de fevereiro. No clube português, porém, pouco jogou. Esteve em campo em apenas sete jogos, mas nenhum deles como titular.


Planos B e C

Barcos é a bola da vez, mas o Botafogo não quer ser pego desprevenido com mais uma negativa e trabalha em outras frentes. Além de Barcos, o clube já manifestou interesse em outros dois atacantes. Os nomes são mantidos em sigilo, mas os dois jogam no exterior. Portanto, assim como Barcos, se contratados eles só poderão jogar a partir da 10ª rodada, após a abertura da janela internacional de transferências, em 20 de junho.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro