sábado, 14 de maio de 2016

Estreante, Victor Luis brinca ao voltar a jogar 90 minutos: "Falei: Já acabou?"


Preocupação de Ricardo Gomes por conta da parte física, lateral-esquerdo tranquiliza o treinador e garante estar inteiro para estreia do Brasileiro: "Estou me sentindo bem"





Em Juazeiro, Victor Luis jogou os 90 minutos apenas
pela segunda vez na temporada (Foto: Futura Press)
Dos cinco contratados pelo Botafogo até agora, Victor Luis foi o primeiro a estrear e de cara fez algo que não vinha sendo sua rotina em 2016: jogar os 90 minutos. Pesou a questão da necessidade por conta de lesões de companheiros. A primeira de Diogo Barbosa, que abriu a brecha para ele ser titular na vitória por 2 a 1 sobre o Juazeirense, na última quinta-feira, pela Copa do Brasil. E a segunda de Jefferson, que sentiu dores no braço esquerdo e foi substituído por Helton Leite no segundo tempo da partida em Juazeiro (BA). Por causa da substituição forçada, Ricardo Gomes teve que abrir mão de sua ideia inicial, de deixar o ala em campo por no máximo uma hora, pois estava preocupado com as condições físicas do jogador para o Campeonato Brasileiro neste domingo, contra o São Paulo. O reforço, entretanto, garantiu que está bem para o próximo desafio e até brincou com o fôlego.


- Estou me sentindo bem, brinquei até com os companheiros: "Caramba, achei que o segundo tempo acabou passando rápido até". Na hora que o juiz apitou, falei: "Já acabou?"

Até jogar contra o Mogi eu estava
há três meses sem atuar (os 90 minutos). Voltei a fazer agora, mas me senti bem. Fiz uma partida segura, tranquila. (...) Tive a oportunidade de jogar e estrear com vitória, que é o mais importante"
Victor Luis, lateral-esquerdo do Botafogo


Victor comemorou bastante a sua estreia. A última vez que havia atuado o tempo inteiro de uma partida foi na vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Mogi Mirim, pelo Campeonato Paulista, no dia 10 de abril. Contra o Juazeirense, o lateral disputou os 90 minutos apenas pela segunda vez na temporada.


- Não faz tanto tempo assim, mas até jogar contra o Mogi eu estava há três meses sem atuar (os 90 minutos). Voltei a fazer agora, mas me senti bem. Fiz uma partida segura, tranquila. Claro que não pode tirar o mérito da equipe deles, que veio com um lado direito muito forte, mas conseguimos segurar bem e sair com a vitória. Estou muito feliz de o Botafogo estar me dando essa oportunidade, espero dar continuidade. É um prazer enorme estar vestindo essa camisa de tamanha grandeza. Tive a oportunidade de jogar e estrear com vitória, que é o mais importante.


O ala agradeceu e elogiou a recepção do grupo, disse estar preparado para agarrar a oportunidade na equipe e já pensa no duelo deste domingo, às 11h (de Brasília), em Volta Redonda, contra um velho rival que acostumou enfrentar nos tempos de Palmeiras: o São Paulo, que deve mandar a campo um time misto para poupar jogadores para a Libertadores.


- Agora é focar para domingo, espero que possamos fazer um excelente trabalho. Independentemente de quem venha, é a camisa do São Paulo que vamos estar enfrentando.



Fonte: GE/Por Thiago Lima/Rio de Janeiro