domingo, 10 de julho de 2016

Após jogar "na raça", Camilo agradece médico e elogia dupla com Leandrinho


Camisa 10 elogia DM do Botafogo por rápida recuperação e projeta evolução depois do primeiro jogo com o jovem: "Com tempo a gente vai adquirir mais entrosamento"








Depois de uma semana sem treinar por causa de dores na coxa esquerda, Camilo surpreendeu muita gente e foi para o jogo no Couto Pereira. E ainda atuou os 90 minutos. O camisa 10 desta vez não conseguiu ser brilhante como vinha sendo, com gols e assistências, mas foi o jogador mais participativo do Botafogo no empate por 0 a 0 com o Coritiba fora de casa (veja os melhores momentos no vídeo acima). O meia admitiu ter jogado no sacrifício no fim, porém, comemorou o fato de não ter sentido mais nenhum incômodo, agradeceu ao departamento médico pela rápida recuperação e já se colocou à disposição para as próximas partidas.


- A gente fez um exame para saber se tinha alguma lesão, não tinha, mas eu estava com dores. Mesmo assim me coloquei à disposição para tentar recuperar, graças a Deus os fisioterapeutas fizeram um trabalho excelente comigo e me deram condição para ir para o jogo. No final deu uma cansada, fiquei a semana inteira sem trabalhar com o grupo, mas agradeço aos meus companheiros e comissão técnica que me deram esse apoio. Fico feliz de não ter sentido nada, de estar voltando. Pude suportar até o final na raça. Agora tem a semana para se preparar e trabalhar - festejou Camilo, que valorizou o ponto conquistado em Curitiba.


- A gente teve mais chances reais do que o Coritiba, mas ter somado um ponto foi importante para nós. Pela crescente que a equipe está tendo, acredito que foi um bom resultado.

Camilo na volta ao Rio de Janeiro: disse não ter sentido mais dores e está pronto para a próxima (Foto: Thiago Lima)

Mesmo já no sacrifício no segundo tempo, Camilo enfim jogou ao lado de Leandrinho no meio de campo. Muitos torcedores estavam ansiosos para ver o camisa 10 com o jovem de 19 anos, considerado uma das joias do clube e que entrou na etapa final contra o Coritiba. A primeira vez da dupla não resultou em gols, mas o time passou a ser melhor que o adversário. Aos 30 anos, o experiente meia elogiou o garoto e previu uma evolução ainda maior juntos.

A gente suportou bem, tivemos mais posse de bola no segundo tempo, esse toque de bola, a gente se aproximou um pouco mais. É com o tempo que a gente vai adquirindo cada vez mais esse entrosamento. Mas com certeza é um menino que vai nos ajudar muito"
Camilo, sobre dupla com Leandrinho


- O Leandro é um menino que tem bastante capacidade, muita qualidade. A gente suportou bem, tivemos mais posse de bola no segundo tempo, esse toque de bola, a gente se aproximou um pouco mais. É com o tempo que a gente vai adquirindo cada vez mais esse entrosamento. Mas com certeza é um menino que vai nos ajudar muito - analisou Camilo, que já convocou a família alvinegra para a estreia da Arena Botafogo no próximo domingo.


- A família já foi no último jogo, contra o Santa Cruz: meu pai, minha mãe e irmão. Espero mais uma vez eles para poder dar sorte.


Com 16 pontos, o Botafogo se garantiu mais uma rodada fora da zona de rebaixamento e subiu provisoriamente para o 14º lugar na tabela. O Alvinegro volta a campo agora pelo Brasileiro no próximo sábado, quando irá estrear a Arena Botafogo no clássico com o Flamengo, às 16h (de Brasília). Antes, porém, o time de Ricardo Gomes tem pela frente o Bragantino pela terceira fase da Copa do Brasil. O jogo de ida será nesta quarta-feira, às 19h30, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Curitiba