domingo, 24 de julho de 2016

Com dedo de Caio Júnior, Chape volta a vencer e empurra Botafogo para Z-4


Hyoran, surpresa na escalação, e Lucas Gomes, que entrou no 2º tempo, decidem, e Verdão do Oeste quebra sequência negativa de quatro jogos sem vitória no Brasileiro




Para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro e quebrar uma sequência de quatro jogos sem ganhar, a Chapecoense contou com o dedo de Caio Júnior. O técnico teve estrela para garantir os três pontos na Arena Condá na tarde deste domingo. Primeiro, porque apostou em Hyoran: o meia, que entrou bem contra o Atlético-PR na Copa do Brasil, ganhou a vaga e marcou um lindo gol. Segundo, colocou Lucas Gomes na etapa final: o fôlego renovado do velocista foi decisivo para ganhar na corrida e marcar o gol da vitória por 2 a 1. E terceiro, pois bancou Filipe Machado na defesa: o zagueiro foi importante para segurar o resultado. Retornando ao estádio onde jogou por um ano e meio, Camilo foi discreto e vaiado, mas descontou em bela cobrança de falta. O Botafogo, depois de quatro rodadas, retorna à zona de rebaixamento.

Surpresa na escalação, Hyoran comemora o lindo gol que fez, o primeiro da vitória da Chapecoense (Foto: Reprodução)

Com a vitória, a Chapecoense chegou a 22 pontos, pulou provisoriamente para o 10º lugar e empurrou o Botafogo para o Z-4, com 17 pontos. Na próxima rodada, a Chape visita o São Paulo no domingo que vem, às 11h (de Brasília) no Morumbi, enquanto o Alvinegro joga no dia seguinte com o Palmeiras, às 20h, ainda sem local definido. Antes, porém, os dois times decidem uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil às 19h30 de quarta-feira: os catarinenses recebem o Atlético-PR na Arena Condá, e os cariocas esperam o Bragantino na Arena Botafogo.


Quem assistiu ao início de jogo na Arena Condá pode ter pensado: Ricardo Gomes deu um nó tático em Caio Júnior. Afinal, mesmo jogando fora de casa, só dava Botafogo. Foram 65% de posse de bola, cinco finalizações, duas chances claras e um gol anulado de Canales por impedimento. Mas na prática, quer dizer, na eficiência, foi Caio Júnior que teve influência no resultado ao apostar em Hyoran. O meia, surpresa na escalação, fez um lindo gol aos 24 minutos, praticamente na única chance da equipe. O Alvinegro foi para o tudo ou nada na etapa final com Neilton, Salgueiro e Canales, trinca que foi responsável pela reação no clássico com o Flamengo. Só que desta vez o filme não se repetiu. Camilo chegou a empatar em cobrança perfeita de falta, mas Lucas Gomes, escolhido por Caio Júnior para entrar no segundo tempo no lugar de Ananias, ganhou na velocidade de Diogo Barbosa e tocou por cavadinha na saída de Sidão, dando números finais ao placar. E o Verdão do Oeste, mesmo longe de ter jogado bem, soube usar a mesma eficiência na defesa para segurar o resultado.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.com/Chapecó, SC