segunda-feira, 4 de julho de 2016

Elogiado por Gomes, Camilo dá ritmo e transforma sistema ofensivo do Bota


Meia se destaca e vira principal armador do time, que cresce de produção após sua chegada. Números comprovam melhora, mesmo com a defesa sofrendo muitos gols



Camilo comemora seu gol na estreia diante do
Internacional (Foto: Vinicius Costa / Futura Press)
"Ele tem uma boa leitura de jogo, é dinâmico...". O elogio do técnico Ricardo Gomes ao meia Camilo após o jogo diante do Santa Cruz, na tarde deste domingo, em Juiz de Fora, pode muito bem ser compartilhado com a maioria da torcida, que viu o Botafogo ter uma nova postura ofensiva com a chegada do jogador.


Desde de sua estreia, na vitória por 3 a 2 diante do Internacional há três rodadas, o time conseguiu marcar oito gols e, mesmo sofrendo com os erros da defesa, saiu da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e ganhou uma nova perspectiva para a sequencia da competição.


- Estou com uma idade boa, maduro, bastante rodado no futebol brasileiro, acredito que no meu melhor momento. O entusiasmo é muito grande - chegou a dizer o jogador.





Os números podem comprovar isso. Com 227 minutos em campo nos últimos três jogos, Camilo fez um gol, deu duas assistências e acertou 80 passes de 91. Ou seja, por enquanto, o Botafogo pode se dizer satisfeito com o esforço feito para trazer o jogador, que também estava sendo pretendido por outras equipes do futebol brasileiro, como a Chapecoense, por onde se destacou antes de se transferir para Al Shabab, da Arábia Saudita.


Na verdade, parece que Camilo já atua pelo Botafogo faz há tempo. O entrosamento com os companheiros, principalmente no ataque, é refletido em jogadas importantes, como a do segundo gol da vitória por 2 a 1 sobre o Santa Cruz, neste domingo. "Camito", como chegou a ser chamado pela torcida na estreia, recebeu de Sassá na entrada área e achou Neilton, que aproveitou (assista abaixo).





Com 30 anos, ele também acaba involuntariamente ajudando no desenvolvimento de outros jogadores do elenco, que não ficam com o peso de carregar o time. Leandrinho é um bom exemplo. Inclusive, os dois poderão atuar juntos na próxima rodada diante do Coritiba, sábado, às 16h30, no Couto Pereira. Camilo foi substituído, mas andava normalmente após a partida. Já o companheiro, que se recupera de uma lesão na coxa, tem grandes chances de ser liberado pelos médicos e ficar à disposição de Ricardo Gomes.


Com 15 pontos, o Botafogo subiu para 15ª colocação e deixou a zona de rebaixamento. O elenco está de folga na segunda e se reapresenta na terça.


Fonte: GE/Por Felippe CostaRio de Janeiro