quarta-feira, 13 de julho de 2016

Mistão do Botafogo empata com Bragantino em jogo movimentado


No Estádio Nabi Abi Chedid, equipe paulista sai na frente, leva a virada, mas busca o empate. Vaga nas oitavas da Copa do Brasil será decidida no Rio, dia 27 de julho




O Botafogo optou por um time reserva, assumiu riscos, mas não deixou Bragança Paulista com um mau resultado. Em jogo movimentado, com quatro gols, a equipe carioca empatou por 2 a 2 com o Bragantino, na noite desta quarta-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid. O resultado deixou o confronto em aberto, e a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil será decidida no Rio de Janeiro. Bruno Pacheco e Eliandro marcaram para a equipe de Bragança, enquanto Diérson e Gervásio Nuñez fizeram para o alvinegro carioca.

O empate fora de casa deixou o Botafogo em situação razoavelmente confortável. No jogo de volta, dia 27, na Arena Botafogo, no Rio de Janeiro, o time de Ricardo Gomes pode empatar por 0 a 0 ou 1 a 1, que ainda assim avançará à próxima fase. O Bragantino, por sua vez, passa com uma vitória simples.

Botafogo teve time misto em Bragança Paulista (Foto: Agência Estado)

O Bragantino aproveitou o natural desentrosamento do time misto do Botafogo para pressionar nos minutos iniciais. Tartá quase marcou. Watson também levou perigo. O gol da da equipe paulista, no entanto, saiu em um lance polêmico. Aos 18, Carli derrubou Jefferson Baiano fora da área, mas o árbitro Rafael Martins Diniz marcou pênalti. Bruno Pacheco chutou forte e abriu o placar. O lance acordou o time carioca, mas o jogo se destacava pelas faltas mais duras. Salgueiro quase empatou, mas quem igualou o resultado foi Diérson, de cabeça, após escanteio cobrado por Salgueiro. Foi o primeiro gol do volante como profissional.

O segundo tempo começou quente. O Bragantino quase marcou de cabeça com Watson, mas foi Gervásio Nuñez quem alterou o placar. Aos 6, Felipe afastou mal o rebote, no rebote Luís Henrique encontrou o argentino, que mandou no cantinho: 2 a 1. O gol trouxe tranquilidade ao Botafogo, que parecia controlar o resultado. Aos 30, no entanto, Rodrigo San ajeitou para Eliandro, que bateu no canto de Sidão. O gol manteve a equipe de Bragança viva na Copa do Brasil.


Fonte: GE/Por GloboEsporte.comBragança Paulista, SP