segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Furacão encerra série negativa, vence e põe fim à sequência de Jair no Bota


Na Arena da Baixada, Atlético-PR derrota a equipe carioca por 1 a 0, com gol de Hernani, e abafa a crise. Treinador perde a invencibilidade à frente do Alvinegro



O futebol apresentado não foi dos melhores, a atuação esteve longe de ser convincente, mas o Atlético-PR venceu o Botafogo por 1 a 0, na Arena da Baixada, e abafou a crise que já ameaçava o clube. Na noite desta segunda-feira, o Furacão interrompeu a sequência de quatro derrotas - três pelo Brasileiro -, com um gol de Hernani. O resultado também freou o bom momento da equipe carioca, que vinha de duas vitórias e 100% de aproveitamento sob o comando do técnico Jair Ventura.


Com a vitória, o Atlético-PR subiu uma posição na tabela de classificação e é o oitavo colocado, com 33 pontos. O Furacão volta a campo no dia 7 de setembro, quando visita o Figueirense, no Orlando Scarpelli. Apesar da derrota, o Botafogo se manteve na 13ª posição, com 26 pontos. No domingo, o alvinegro carioca recebe o Grêmio, em jogo adiado da 19ª rodada. Antes, no entanto, o desafio será contra o Cruzeiro, quinta-feira, no Rio de Janeiro, pela Copa do Brasil.
 
Atlético-PR venceu com gol de Hernani (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)


O Atlético-PR tomou a iniciativa do jogo e foi premiado, logo aos seis minutos, com um gol. Em cobrança e escanteio, Hernani subiu sem marcação e colocou o Furacão em vantagem. Atrapalhado com o gramado sintético, o Botafogo demorou cerca de 20 minutos a se encontrar. Aos poucos, porém, começou a chegar com frequência e teve oportunidades para empatar. Bruno Silva acertou o travessão. Sassá levou perigo duas vezes. Na segunda, na pequena área, perdeu um gol incrível na frente do goleiro Santos.


Na volta do intervalo, o Atlético-PR seguiu apostando nas jogadas aéreas, onde a defesa do Botafogo claramente encontrava dificuldades. O time carioca, no entanto, continuou com mais volume e posse de bola, embora encontrasse dificuldades para finalizar. A melhor chance saiu dos pés de Neilton, que pegou de primeira o cruzamento de Luis Ricardo, e obrigou o goleiro Santos a fazer grande defesa. O Furacão, no entanto, respondeu em cobrança de falta de Hernani, defendida com dificuldade por Sidão. Jair tentou mandar o time para frente, colocando Salgueiro e Leandrinho nas vagas de Airton e Bruno Silva, respectivamente. O Alvinegro até cresceu, quase empatou com Camilo e Luis Ricardo, mas não conseguiu evitar sua primeira derrota sob o comando de Jair.


Fonte: GloboEsporte.com/Curitiba, PR