segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Engata a terceira? Contra Atlético-PR, Botafogo tenta iniciar nova arrancada


Embalado pelos 100% com Jair Ventura, Alvinegro busca a terceira vitória seguida e a terceira sequência positiva em 2016, diante de adversário em crise e campo surpresa




Embalado pelos 100% de Jair Ventura, o Botafogo chega para enfrentar o Atlético-PR na noite desta segunda-feira, às 20h (de Brasília) na Arena da Baixada, em Curitiba, fechando a 22ª rodada e vivendo o seu melhor momento no Campeonato Brasileiro. Se ganhar, chegará a três vitórias seguidas e poderá dar início à uma nova arrancada, feito que já alcançou duas vezes na temporada (veja no quadro ao lado).


A primeira foi logo na largada de 2016: foram seis vitórias consecutivas nas seis primeiras rodadas da primeira fase do Campeonato Carioca. Já a segunda durou um pouco menos, mas obteve quatro triunfos seguidos entre a primeira fase da Copa do Brasil, o final da Taça Guanabara e a semifinal do estadual.


Para iniciar a arrancada, o Botafogo tem dois adversários pela frente: o time do Atlético-PR em crise, depois de quatro derrotas seguidas e a saída de Walter para o Goiás; e o campo da Arena da Baixada, que passou a ter grama sintética esse ano e será uma experiência inédita para a maioria dos alvinegros.


Jair usou campo molhado nos treinos da semana para tentar simular o gramado artificial do adversário. Quanto à escalação, o técnico resolveu repetir a equipe que vem dando resultado, mudando só a entrada de Bruno Silva, que volta de suspensão no lugar de Fernandes. A aposta está na dupla de artilheiros Neilton e Sassá, enquanto Canales, que vinha sendo titular, sequer foi relacionado após perder alguns dias de treino para uma viagem ao Chile.


Falando em Arena da Baixada, o Botafogo não tem bons números por lá: desde que o estádio foi inaugurado em 1999, jogou 11 vezes no local, 10 pelo Brasileiro e um pela Sul-Americana, e só venceu duas. Empatou outras duas e perdeu sete. Mas o palco também não é esse bicho de sete cabeças para o Alvinegro, que já conseguiu resultados expressivos nele: em 2004, com o Atlético-PR brigando pelo título na última rodada, arrancou um empate por 1 a 1 que livrou o time do rebaixamento. Dois anos depois, aplicou a maior goleada já sofrida pelo adversário em seus domínios: 5 a 0, com dois gols de Lima, dois de Reinaldo e um de Zé Roberto.

Provável escalação do Botafogo tem só a volta de Bruno Silva de suspensão como mudança no time (Foto: Arte Esporte)

Computando todas as competições e amistosos, o Botafogo já enfrentou o Atlético-PR 47 vezes e leva desvantagem: ganhou 17, empatou oito e perdeu 22, tendo marcado 65 gols e sofrido 68.


ATLÉTICO-PR X BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR)
Data e horário:segunda-feira, 20h (horário de Brasília)
Escalação provável: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Lindoso e Camilo; Neilton e Sassá.
Desfalques: Jefferson e Lizio (se recuperando de cirurgias).
Pendurados: Fernandes, Renan Fonseca, Diogo Barbosa, Leandrinho, Emerson, Sassá e Aquino.
Transmissão: SporTV (menos PR), Premiere e PFCI (com Linhares Júnior e Belletti).
Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS) apita a partida e será auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Curitiba