quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Com a esposa internada, Sidão pode desfalcar Botafogo contra América-MG


Liberado da concentração, goleiro viaja a São Paulo e acompanha mãe de seu filho. Jair revela pedido para jogar com Cruzeiro e aconselha: "Família em primeiro lugar"



Sidão ao lado da esposa Monike em foto
 pouco antes de seu filho Davi nascer
(Foto: Divulgação/Instagram)
Uma notícia pegou a torcida do Botafogo de surpresa na noite da última quarta-feira: Sidão não iria jogar contra o Cruzeiro ou sequer ficar no banco de reservas. O motivo é que o goleiro, que estava com a delegação em Belo Horizonte, foi liberado horas antes da partida para viajar para São Paulo e acompanhar a esposa Monike, mãe de seu filho recém-nascido Davi e que está internada em um hospital devido a um problema de saúde.


Não se sabe a gravidade da situação, mas ele não tem previsão de volta e é possível que continue fora na partida contra o América-MG neste sábado, às 21h (de Brasília), no Independência, pelo Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva após a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, o técnico Jair Ventura se mostrou bastante preocupado com a situação, revelou um pedido do goleiro para jogar contra o Cruzeiro, mas o aconselhou a se juntar à família o quanto antes.


– Preocupa porque ele está com problema de saúde familiar, enquanto não resolver... A gente sabe da importância do trabalho, da carreira, mas família e saúde em primeiro lugar. Falei com ele no quarto, ele disse que queria jogar, mas avisei: "Você tem que cuidar da sua família, sem isso não somos nada". Rezamos para a família, para que possa resolver logo o problema e mandar força para ele nesse momento delicado que está passando.

Falei com ele no quarto, ele disse que queria jogar, mas avisei: 'Você tem que cuidar da sua família, sem isso não somos nada'. Rezamos para a família, para que possa resolver logo o problema e mandar força para ele nesse momento delicado que está passando"
Jair Ventura, técnico do Botafogo


Sidão não é o primeiro a desfalcar o Botafogo em 2016 por este motivo. No mês passado, Canales também soube que a mulher estava passando por um problema de saúde e precisou voltar às pressas ao Chile. O atacante ficou cinco dias em seu país e, por conta da viagem, não enfrentou Sport e Atlético-PR.


Se a ausência de Sidão se confirmar, a tendência é que seu substituto seja novamente Helton Leite. Saulo, de 21 anos e quarto goleiro do elenco, viajou às pressas para Belo Horizonte para se juntar ao grupo e ser opção no banco de reservas. Por ser muito novo e sem experiência, dificilmente ganhará uma chance como titular agora. Jefferson, por sua vez, já está em fase de transição após operar o braço esquerdo, mas continuou trabalhando no Rio de Janeiro. O clube adota cautela com o ídolo e não estipulou prazo para o seu retorno.


Após a eliminação na Copa do Brasil, os jogadores seguem concentrados em Belo Horizonte até sábado. Nesta quinta-feira, o elenco treinará à tarde na Toca da Raposa, centro de treinamento do Cruzeiro. Com 38 pontos, o Botafogo é o nono colocado do Campeonato Brasileiro.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar e Thiago Lima/Rio de Janeiro e Belo Horizonte