sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Palmeiras mira Victor Luis para 2017, e Botafogo tenta segurar Diogo Barbosa


Destaques do Alvinegro, laterais-esquerdos estão emprestados só esse ano. Primeiro é opção para possível aposentadoria de Zé Roberto; segundo pertence a empresários



Victor Luis e Diogo Barbosa têm quatro
 assistências cada um pelo Botafogo
(Fulgaoto: Div
ção / Botafogo)
Para encaixar dois de seus destaques no time, o Botafogo passou a jogar com dois laterais-esquerdos de titular, mas corre o risco de começar 2017 sem nenhum deles. Victor Luis e Diogo Barbosa, dois dos maiores garçons do time na temporada com quatro assistências cada um, estão emprestados só até dezembro. O primeiro tem contrato com o Palmeiras até o fim do ano que vem, e o Verdão o está avaliando para assumir o lugar de Zé Roberto – internamente em General Severiano, dirigentes admitem que já foram avisados de que não há chance de prorrogação do vínculo. O segundo, por sua vez, pertence a um grupo de empresários, que naturalmente buscará promoção com a valorização do jogador.


Titular durante a maior parte da campanha que quase derrubou o Palmeiras à Segunda Divisão nacional em 2014, Victor Luis foi emprestado no ano seguinte ao Ceará, onde se destacou. Foi muito bem avaliado pela diretoria alviverde e, no início desta temporada, retornou mais maduro ao clube que o formou. Porém, a disputa de posição com Zé Roberto e Egídio o deixou sem espaço no elenco. Apesar de um novo empréstimo, desta vez ao Botafogo, o lateral-esquerdo de 23 anos continua sendo bem avaliado internamente no Verdão. E é bem possível que volte a ser aproveitado em 2017, até porque o veterano Zé Roberto, de 42 anos, tem contrato até dezembro e não descarta se aposentar.


Ciente da irreversível saída de Victor Luis, o Botafogo começou a agir para não perder também Diogo Barbosa. A diretoria já conversou com o lateral-esquerdo, que manifestou vontade de permanecer no clube, e o gerente de futebol alvinegro, Antônio Lopes, está em contato com seus representantes para se antecipar a possíveis sondagens. Após passagens por Coritiba, Atlético-GO e Goiás nas últimas temporadas, o ala de 24 anos se firmou no Rio de Janeiro, valorizou-se e marcou até um gol, no empate por 3 a 3 com o Flamengo pelo Brasileirão.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar, Thiago Lima e Tossiro Neto/Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo