quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Airton não treina e volta a ser dúvida para jogo contra o Coritiba no sábado


Volante ainda sente incômodo muscular e trabalha apenas na academia nesta quarta. Diogo Barbosa segue na transição e só deve voltar ao time no clássico com Flamengo





Airton joga ou segue vetado? Ainda não dá para cravar. Depois de ter se mostrado recuperado das dores na coxa esquerda e treinado normalmente na segunda e terça-feira, na manhã desta quarta ele não apareceu em campo em General Severiano. Segundo a assessoria do Botafogo, o volante ainda sente incômodo e fez trabalho na academia. Com isso, volta a ser dúvida para a partida contra o Coritiba neste sábado, às 18h30 (de Brasília), na Arena, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Outra ausência provável é Diogo Barbosa, que continua em transição sem trabalhar com o grupo e só deve voltar no clássico contra o Flamengo no dia 5 de novembro.


Airton segue com incômodo na coxa esquerda e não foi a campo nesta quarta-feira (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Mesmo sem Airton e Diogo Barbosa, Jair Ventura teve um elenco cheio no treino desta quarta, com 37 jogadores depois que sete da base foram integrados definitivamente no profissional: o zagueiro Marcelo, o lateral-direito Marcinho, os volantes Matheus Fernandes e Bochecha, o meia Yuri e os atacantes Pachu e Renan Gorne. O treinador comandou apenas trabalhos técnicos e de finalização e não deu pistas de escalação. Ele só vai esboçar o time que enfrenta o Coritiba na manhã desta quinta, na Arena Botafogo, em treino que provavelmente será fechado para a imprensa.


Apesar do mistério, o time não deve ter muitas surpresas. Além de Airton, a grande dúvida é se Sassá voltará a ser titular após ter tido uma semana para recuperar o condicionamento físico. A provável escalação tem Sidão; Alemão, Carli, Emerson e Victor Luís; Airton (Dudu Cearense), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Neilton e Pimpão (Sassá). Com 53 pontos, o Alvinegro é o 5º colocado do Campeonato Brasileiro e vem de cinco vitórias seguidas, com 88% de chances de terminar no G-6 e garantir uma das vagas na Taça Libertadores de 2017 segundo o matemático Tristão Garcia.


Fonte: GE/Por Thiago Lima/Rio de Janeiro