segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Botafogo intensifica negociações para manter elenco




Com boas chances de garantir uma vaga na próxima Copa Libertadores, o Botafogo já vem trabalhando com o pensamento em ter uma base forte para a próxima temporada. Na visão do departamento de futebol e do presidente Carlos Eduardo Pereira isso passa logicamente pela manutenção da maior parte dos atletas que estão tendo participação importante na arrancada conduzida pelo técnico Jair Ventura. Portanto, a ordem é renovar os contratos dos atletas com vínculo perto do fim e até mesmo prorrogar alguns contratos que vencem no próximo ano, o que dificultaria a saída de jogadores com mercado.

O clube acertou recentemente a renovação de contrato, por mais um ano, do lateral-direito Luis Ricardo, entregue ao departamento médico por conta de uma lesão na perna direita. O zagueiro argentino Joel Carli também teve o compromisso prorrogado até 2018, pois chegou a receber sondagens de alguns clubes do futebol brasileiro.

Novo acordo salarial para Camilo deve evitar assédio de clubes na janela de 2017 (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)


O último a acertar a renovação de contrato foi o zagueiro Emerson Silva, que na tarde da última sexta-feira chegou a um acordo com o diretor de futebol Antônio Lopes e essa semana assinará compromisso por mais uma temporada. O atleta, de 33 anos, é a principal opção no banco de reservas, no caso da ausência de Joel Carli ou de Emerson Santos, os atletas considerados principais no setor. O goleiro Sidão é outro que será procurado nos próximos dias, pois tem seus direitos federativos ligados ao Audax até maio do próximo ano e o Botafogo pretende comprar os direitos federativos.

A diretoria também se prepara para sofrer o assédio de clubes interessados em jogadores com contrato de longa duração. O volante Aírton, com vínculo até dezembro de 2017, e o meia Camilo, com compromisso até maio de 2018, estão recebendo sondagens de outros clubes e o Botafogo tenta negociar um reajuste salarial que aumentaria o tempo de duração de contrato e o valor de uma multa rescisória.

O clube, porém, terá problema em duas negociações. Dificilmente vai conseguir renovar o empréstimo do lateral-esquerdo Victor Luís, que tem os direitos federativos ligados ao Palmeiras, que pretende contar com o jogador em 2017. Diogo Barbosa, com vínculo até dezembro, quer renovar, mas seus direitos são ligados a grupos de empresários que já está negociando com outros clubes. O Botafogo, porém, tem a prioridade para cobrir qualquer proposta e se arma financeiramente para isso.

A diretoria ainda estuda, em conjunto com Jair Ventura, para dispensar alguns jogadores que não agradaram na atual temporada e que não vão permanecer em 2017. Casos, por exemplo, dos meias Gervásio Núñez e Damián Lizio e dos atacantes Geovani Maranhão e Anderson Aquino.

Dentro de campo o elenco se reapresentou nesta segunda-feira para um trabalho regenerativo. Nesta terça-feira pela manhã começa a preparação para o duelo contra o Coritiba, no próximo sábado, às 18h30(de Brasília), na Arena Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ), pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Gazeta Press - Rio de Janeiro, RJ