quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Diogo inicia trabalho em campo e tem chances de enfrentar o Figueirense


Após entorse no tornozelo direito, lateral-esquerdo treina em separado, mas corre em campo e se mostra melhor da dor. Jair comanda atividade com mais de 30 jogadores



Diogo trabalhou em campo nesta
 quarta 
(Foto: Thiago Lima)
A semana de boas notícias continua no Botafogo: após obter a última CND, que o permite começar a receber pelo patrocínio da "Caixa Econômica Federal", e ver Sassá voltar após lesão na coxa direita, nesta terça foi a vez de Diogo Barbosa tranquilizar a torcida. O lateral-esquerdo, que sofreu uma entorse no tornozelo direito sábado diante do Corinthians, reapareceu em campo nesta manhã no Estádio Nilton Santos. Por enquanto, ele segue trabalhando à parte, mas deu corridas ao redor do gramado e se mostrou melhor das dores no pé. Como o Alvinegro só joga no domingo, contra o Figueirense, no Orlando Scarpelli, às 17h (de Brasília), tem tempo para o ala participar normalmente com o grupo nos próximos dias e ser relacionado.

Pela segunda vez em 2016 o Botafogo treinou em seu estádio, desta vez com atividade integralmente aberta para a imprensa. Com elenco quase completo – exceto por Jefferson, que ficou na academia em General Severiano, e Luis Ricardo, no departamento médico –, Jair Ventura teve ao todo 33 jogadores para trabalhar e comandou apenas atividades técnicas. Primeiro, dividiu o elenco em três times de 10, sem goleiros, mas nada de coletivo. Objetivo era posse de bola pressionados pelo adversário. Na parte final, um longo treino de finalizações com cada um deles.

Time de preto: Emerson, Marcelo, Diego, Marcinho, Fernandes, Bochecha, Leandrinho, Gegê, Tanque e Luís Henrique

Time de azul: Carli, Renan Fonseca, Victor Luis, Dierson, Bruno Silva, Yaca, Salgueiro, Camilo, Aquino e Neilton

Time de verde: Emerson Silva, Alemão, Airton, Lindoso, Dudu Cearense, Lizio, Maranhão, Sassá, Pimpão e Canales

O palco onde Usain Bolt fez história já foi devolvido ao Alvinegro, mas com restrições: funcionários do comitê olímpico ainda desmontam toda a estrutura utilizada na Olimpíada, como por exemplo as arquibancadas provisórias atrás dos gols. A previsão para terminar o "desmanche" e liberar o Nilton Santos para jogos é só em novembro. De qualquer forma, o time seguirá atuando até dezembro na Arena.


Fonte: GE/Por Felippe Costa e Thiago Lima/Rio de Janeiro