segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Sassá alerta Bota para armadilhas do G-6: “Temos que estar leves e soltos”



De volta ao time após um mês, atacante não quer pressão por vaga na Libertadores nem por artilharia: “No único jogo que entrei com essa preocupação, só fiz besteira”



Após cinco jogos fora de combate por conta de uma lesão muscular, Sassá retornou ao Botafogo no segundo tempo contra o Figueirense. Um dos protagonistas da reação alvinegra, o atacante encontrou um cenário diferente. Livre da ameaça do rebaixamento, o time carioca desponta como um dos favoritos na disputa por uma vaga na Libertadores, especialmente depois que Campeonato Brasileiro ganhou mais duas vagas. Motivo para celebrar? Para o artilheiro, o time não pode cair nessa armadilha.


- Estamos curtindo o momento. Estamos ganhando, embalando nas vitórias. Se for para irmos na Libertadores, acontecerá naturalmente. Temos que pensar jogo a jogo. Só assim vamos conseguir nosso objetivo. Temos que estar leves e soltos. Se colocar essa pressão de Libertadores, vamos cair nessa armadilha – sentenciou o atacante.

Faça as contas e simule o que pode acontecer com seu time


O que não mudou nesse mês afastado dos gramados foi a briga pela artilharia. Nesse período, os artilheiros do Brasileiro, Gabriel Jesus (Palmeiras) e Robinho (Atlético-MG), com 11 gols cada, abriram somente um gol de vantagem para Sassá (10), que segue forte na disputa. O pensamento, no entanto, é o mesmo da Libertadores. Por ora, não há motivos para pensar nisso.


- No único jogo que entrei com a preocupação de artilharia, só fiz besteira. Então vou viver o momento, estou feliz.


Sassá não quer Botafogo pensando em Libertadores (Foto: Marcelo Baltar)


Poupado do primeiro tempo contra o Figueirense, após um mês de inatividade, o atacante acredita estar pronto para jogar 90 minutos contra o Inter.


- Eu quero jogar. Mesmo sem uma perna, quero estar dentro do campo. Fiquei um mês fora, estava perdendo o foco... e depois que voltei ao convívio, as coisas já voltaram para o lugar. Tô feliz e quero ajudar, estar junto com a rapaziada e espero que eu possa voltar.


Na sétima colocação, com 44 pontos, o Botafogo recebe o Inter, nesta quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), no Estádio Luso Brasileiro, a Arena Botafogo.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar/Rio de Janeiro