domingo, 26 de fevereiro de 2017

Botafogo negocia renovação de Bruno Silva até 2018; veja outras tratativas


Tratativas com o empresário do jogador acontecem desde janeiro. Volante tem contrato até dezembro. Ideia é renovar por mais uma temporada





Após acertar com Marcelo e abrir negociações com Airton, o Botafogo tem tratativas para renovar com mais um titular da equipe: Bruno Silva. As conversas acontecem desde janeiro, e a expectativa é que o acordo seja selado em março. O volante tem contrato até dezembro.


Quem está à frente da negociação é o gerente Antônio Lopes. Houve um primeiro encontro com Carlinhos Sabiá, empresário de Bruno, em janeiro. O agente retorna ao Rio de Janeiro no início de março para mais uma conversa com o Botafogo. A ideia é estender o vínculo até dezembro de 2018.


- Estamos conversando. O Botafogo demonstrou interesse, e o Bruno Silva também quer ficar. Vou ao Rio de Janeiro depois do Carnaval. A ideia é que tudo esteja resolvido antes do jogo contra o Estudiantes, o primeiro do Botafogo na fase de grupos da Libertadores – disse Carlinhos Sabiá.
 
Bruno Silva tem contrato com o Botafogo até dezembro (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)
Bruno, de 30 anos, foi contrato pelo Botafogo em janeiro do ano passado, e deste então é um dos jogadores mais assíduos em campo. Titular com Ricardo Gomes e Jair Ventura, ele disputou 59 jogos e marcou cinco gols nesse período. Um deles, contra o Grêmio, selou a classificação para a Libertadores.

Outras negociações

Sem acordo, Emerson não vem sendo aproveitado
(Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)
Para evitar perder destaques com contrato até o fim do ano, o Botafogo iniciou a temporada negociando a renovação de alguns de seus destaques. Marcelo foi o primeiro a acertar e estendeu seu vínculo até 2020. No caso de Airton, os valores ainda estão distantes, mas a intenção das duas partes é renovar por mais dois anos.


Sassá é outro que tem contrato até dezembro. O atacante, que chegou a ser afastado no início do mês, foi reintegrado. A ideia era vendê-lo, mas a proposta de 1,5 milhão de Euros (cerca de R$ 5 milhões) do Lokomotiv Moscou não agradou. O desempenho em campo e fora dele definirá o rumo do jogador. Lesionado, Jefferson também tem contrato até dezembro. O goleiro deixou claro que só vai sentar para negociar quando estiver recuperado. A expectativa é que ele retorne aos gramados em maio.


O caso de Emerson Santos é o mais complicado. Também com contrato até dezembro, o zagueiro pede R$ 1 milhão de luvas, além de 25% dos direitos econômicos em uma futura negociação. O Botafogo considera os valores abusivos, e o atleta não vem sendo aproveitado. Emerson não está inscrito no Carioca nem na Libertadores.


Fonte: GE/Por Marcelo Baltar/Rio de Janeiro