segunda-feira, 1 de maio de 2017

Após Pimpão, Botafogo tenta renovações de Sassá, Emerson Santos e Airton


Diretoria retoma conversas com empresários e pretende avançar nesta semana. Clube prioriza ampliações de contratos e espera chegar ao meio do ano com todos novos vínculos fechados







Depois de Rodrigo Pimpão
, é a vez de Sassá, Emerson Santos e Airton. O trio é a prioridade do Botafogo para as próximas renovações de contrato. O clube já retomou as conversas com os empresários de cada um. A diretoria espera avançar nesta semana e fazer reuniões com os representantes, embora as negociações não sejam nada fáceis: envolvem, além de aumento salarial, valores elevados de luvas, o maior empecilho de momento. O Alvinegro tentará convencê-los de que o melhor para eles é ficar onde já estão adaptados e podem crescer mais.


Após as polêmicas de Sassá fora de campo, o Botafogo recebeu proposta de R$ 5 milhões do Lokomotiv Moscou, da Rússia. Achou pouco pelo potencial do atacante de 23 anos, que reintegrado virou o artilheiro do time na temporada com sete gols. Ofereceu a ampliação do contrato até o fim de 2019, mas o atacante e seu empresário, Lucas Mineiro, não responderam. O agente alegava estar viajando e não conseguia vir ao Rio de Janeiro. Agora o encontro deve sair, e a diretoria talvez precise subir a oferta para manter a joia. Porém, descarta loucuras.



Sassá ao lado do presidente Carlos Eduardo Pereira e dirigentes (Foto: Vitor Silva / SSpress / Botafogo)


Emerson Santos tem situação semelhante à de Sassá. Jovem, 22 anos, chegou a ficar afastado durante as tratativas, embora não por problemas comportamentais. Voltou a ser escalado por necessidade e correspondeu, mesmo improvisado na lateral direita. Sua negociação, no entanto, é mais polêmica: pai e o representante já recusaram a oferta de renovação três vezes, e o clube depois ofereceu menos, o que irritou o empresário Jailton Oliveira na época. Após fazerem as pazes, a diretoria retomou as conversas com o agente, mas segue resistente à contra-proposta.


Na semana passada, a imprensa italiana noticiou que Lazio e Genoa estariam de olho no zagueiro alvinegro, mas nenhuma proposta chegou ao Botafogo. O empresário do jogador confirmou a sondagem dos clubes.



Do trio, talvez quem esteja mais perto de renovar seja Airton. O volante, de 27 anos, também recusou recentemente uma proposta até o fim de 2019, mas não esconde seu desejo de permanecer. Só que, com um dos salários mais baixos entre os titulares, ele espera ser valorizado. Seu empresário, Cláudio Guadagno, tem boa relação com o vice-presidente de futebol alvinegro, Cacá Azeredo, mas os números ainda estão distantes e provocaram até desentendimento entre eles. Porém, as arestas foram aparadas para uma nova rodada de negociações.


Além do trio, o atual elenco principal ainda tem mais 16 jogadores com contrato só até dezembro. São eles: Dudu Cearense, Joel, Emerson Silva, Gilson, Guilherme, Igor Rabello, Jonas, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Lindoso, Roger, Saulo, Vinicius Tanque, Montillo, Victor Luis e o ídolo Jefferson. O Botafogo planeja chegar até julho, quando os atletas poderão assinar pré-contratos com outros clubes, com a ampliação de vínculo de todos que fazem parte dos planos de Jair Ventura.


Fonte: GE/Por Felippe Costa e Thiago Lima, Rio de Janeiro