quarta-feira, 24 de maio de 2017

Cruzeiro se aproxima de Sassá, mas Bota recusa pedida de Élber e mela troca


Alvinegro não chega a acordo financeiro com o meia, que seguirá em Minas. Raposa, por sua vez, já tem acerto encaminhado com atacante e segue negociando a liberação





Sassá por Élber? Botafogo e Cruzeiro não concretizam troca (Foto: Info Esporte)

Uma possibilidade de troca movimentou a quarta-feira do futebol brasileiro: Sassá por Élber. O Cruzeiro se aproximou do atacante do Botafogo e já tem um acerto encaminhado com o jovem de 23 anos, mas o Alvinegro não chegou a um acordo financeiro com o meia, de 24, e o negócio melou. Segundo o GloboEsporte.com apurou, o salário oferecido foi menor do que ele recebe atualmente em Belo Horizonte, e o staff do jogador fez uma contraproposta que não foi respondida. A Raposa, porém, segue em negociação para tentar uma liberação imediata do clube carioca, que tem contrato com o artilheiro até dezembro e exige alguma compensação.


Élber fez 13 partidas na temporada, sendo nove como reserva e quatro como titular. O jogador nunca conseguiu se firmar no time de Mano Menezes. Atualmente, ele está se recuperando de lesão muscular na coxa esquerda, sofrida no começo deste mês, o que também deixou o Botafogo com um pé atrás. Mas o principal motivo é que o Alvinegro concentra seu investimento para contratar um centroavante, prioridade no clube depois do afastamento de Sassá e sem que Joel tenha agradado. A diretoria procura mais um camisa 9 para concorrer com Roger e ser um dos três inscrito nas oitavas de final da Libertadores.


O Cruzeiro, por sua vez, vem negociando com Sassá há mais de uma semana e largou na frente de outros interessados, como o Vitória, por exemplo – o Palmeiras também fez sondagens, mas o técnico Cuca descartou logo depois. O atacante tem convivido com problemas no Botafogo devido ao comportamento extra-campo e vem treinando à parte do elenco. Artilheiro do Alvinegro no ano passado com 14 gols e nesta temporada com sete, ele é visto como solução para os problemas que a Raposa enfrenta de contusões no setor. Rafael Sobis, Robinho e Thiago Neves estão no departamento médico ainda em tratamento.

Fonte: GE/Por Gabriel Duarte, Marcelo Baltar e Thiago Lima, Belo Horizonte e Rio de Janeiro