segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Joia 2015: após ver o rebaixamento do banco, Igor Rabello sonha com chance


Com passagem pela seleção brasileira sub-20, zagueiro de 19 anos espera ter oportunidades na próxima temporada para recolocar Botafogo na elite nacional




Igor Rebello em treino no Bota (Foto: Vitor Silva / SS Press)
Depois de um 2014 trágico, com a crise financeira que culminou com o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o Botafogo terá que contar com os jogadores criados em casa para tentar retornar para a elite do futebol nacional. E uma das principais apostas é o zagueiro Igor Rabello, de 19 anos, que chegou a ser relacionado para alguns jogos do Brasileirão, mas não teve chance de atuar.

Atualmente, para a defesa o técnico René Simões tem à disposição apenas Dankler, que não tem a sua situação definida, Matheus Menezes, outro revelado na base, e o próprio Igor. O defensor chegou ao Glorioso em 2011, no juvenil, depois de sete anos na base do Fluminense. O momento talvez não seja o ideal para um jovem de potencial ser lançado, mas ele não escolhe hora. Deseja entrar em campo o quanto antes para mostrar serviço.

– A experiência foi ótima, tive um amadurecimento grande, apesar de não ter jogado. A situação do time não era boa, e o que eu queria naquele momento era mostrar serviço, o que acabou não sendo possível. Só fiquei no banco. A expectativa para 2015 é mostrar meu trabalho, jogar. Não tem como escolher momento. Ano que vem tem a Série B, e não vejo nenhum problema em disputá-la – afirmou ao GloboEsporte.com.

Igor Rabello tem no currículo a convocação para a seleção brasileira sub-20 do técnico Gallo. Com direito a gol contra a Argentina na semifinal, o zagueiro foi campeão do Torneio Internacional de Cotif, na Espanha. Seu nome não está na lista para o Sul-Americano do próximo ano, mas ele não desanima. Para voltar, sabe que o caminho é ir bem com a camisa alvinegra.

– Fui convocado em agosto e pude jogar três partidas. Consegui fazer gol, ajudar. Espero ser lembrado mais vezes para defender a Seleção e representar meu país.

Zagueiro de boa estatura, Igor Rabello tem Thiago Silva como referência (Foto: Vitor Silva / SS Press)

Alto (1,90m), Igor tem como referência o capitão do Brasil na última Copa do Mundo, um zagueiro considerado um dos melhores do mundo.

– Eu me espelho no Thiago Silva, principalmente pela técnica que tem – diz o jovem, que espera trilhar também o caminho do ídolo na Seleção principal, mesmo sabendo que até lá há um longo caminho. – Com certeza espero mostrar meu trabalho ano que vem e aparecer, mas Europa só penso mais para frente.

Igor Rabello foi campeão da Torneio Octávio Pinto Guimarães (OPG) de 2013, na final contra o Flamengo, na Gávea, e campeão carioca sub-20 de 2014 na decisão contra o Fluminense, no
Caio Martins. Em janeiro de 2015, faz sua primeira pré-temporada junto com os profissionais. Do dia 11 até 25, a equipe realiza treinamentos no Cefat, em Várzea das Moças, Niterói.

Com dois títulos na base, Igor Rabello agora quer ajudar o Botafogo a voltar à Série A (Foto: Vitor Silva / SS Press)
Como está a Joia 2014

O caos financeiro que tomou conta do Botafogo na temporada, com atrasos de salários e direitos de imagens que chegaram a mais de seis meses, fez o clube perder a sua joia. O meia-atacante Daniel pediu rescisão unilateral do seu contrato com o Alvinegro, que o tinha até 2017 mas viu a promessa ir embora amparado pela Justiça diante do atraso de vencimentos e FGTS.

No segundo semestre, Daniel ganhou espaço na equipe titular do Botafogo e vinha se destacando com boas atuações e gols. Mas uma ruptura no ligamento do joelho esquerdo, sofrida no dia 3 de setembro, durante a vitória sobre o Ceará na Copa do Brasil, o afastou dos gramados. Com previsão de retorno em seis meses, ele foi submetido a uma cirurgia e prepara a volta para o período dos estaduais. Depois de rescindir com o Botafogo, foi vetado nos exames médicos no Palmeiras, mas acertou com o São Paulo.

Por Fred HuberRio de Janeiro