domingo, 28 de dezembro de 2014

René diz que Botafogo estuda 200 atletas e justifica 'ação zero' no mercado


René Simões segura a camisa do Botafogo em sua apresentação Vitor Silva / SSPress
Sem qualquer anúncio de contratação para 2015, o Botafogo vive um momento de reestruturação. O Alvinegro perdeu 20 jogadores ao término do Campeonato Brasileiro por conta da crise financeira e ainda não repôs as peças. Neste domingo, o técnico René Simões justificou a "ação zero" no mercado e assegurou que o clube trabalha com uma lista de 200 atletas para se reforçar.

"Temos prioridades e mais de 200 jogadores indicados. Todo mundo acha que pode ser a salvação do Botafogo. Só vamos conseguir mudar isso com trabalho. O Botafogo não vai contratar apenas por contratar. Precisamos de quatorze ou quinze jogadores. É preciso critério, pois não se joga com mágica", afirmou à Rádio Tupi.

"Queremos atletas com perfil de Série B e que entendam que o Botafogo não é clínica de recuperação. Temos uma camisa que enverga varal. Precisamos de um elenco com química", completou.

René Simões esbanja confiança na montagem de um grupo competitivo para 2015 apesar da demora no mercado. Profissionais do futebol são ouvidos diariamente para ajudar a encaixar peças na linha de trabalho da diretoria alvinegra.

"Já conversei com Oswaldo de Oliveira, Vanderlei Luxemburgo, Rodrigo Caetano, Tite, tantos nomes... Conversamos com quem trabalhou junto aos atletas que procuramos. Queremos profissionais, não apenas aqueles que joguem futebol. É importante ser coerente. Não tenho dúvidas de que vamos montar uma equipe competitiva. Isso é uma promessa e não dá para ser diferente. O Botafogo está baseado nas opiniões de profissionais respeitados no futebol", encerrou.

Do UOL, no Rio de Janeiro