sábado, 17 de janeiro de 2015

Botafogo perde para o Gonçalense, mas ganha carinho da torcida


Público comparece ao CEFAT e mostra solidariedade ao elenco alvinegro apesar do placar de 1 a 0 em jogo-treino com time da Segunda Divisão carioca




Marcelo Mattos começou como titular, mas foi substituído por René
Simões em teste do Botafogo em Niterói (Foto: Gustavo Rotstein)
Se a presença em bom número e a empolgação durante os 90 minutos forem as mesmas durante todo o ano, o Botafogo estará fortalecido para voltar à elite do Brasileirão. Mas apesar do ambiente positivo, o Alvinegro perdeu por 1 a 0 o jogo-treino contra o Gonçalense, da Segunda Divisão carioca, realizado neste sábado, no CEFAT, em Várzea das Moças, Niterói (RJ), onde a equipe faz a pré-temporada. O time considerado titular atuou nos primeiros 30 minutos, e o gol sofrido, marcado por Raí, ocorreu aos 25 minutos da segunda etapa.

O técnico René Simões lançou a seguinte equipe: Jefferson, Gilberto, Roger Carvalho, Alisson e Carleto; Marcelo Mattos, Airton e Elvis; Sassá, Rodrigo Pimpão e Bill. O goleiro da seleção brasileira deixou o campo aos 30 minutos do primeiro tempo, mas permaneceu à beira do gramado acompanhando o treinamento. Chamou a atenção a Estrela Solitária em sua cabeça.

O jogo-treino começou com forte marcação dos dois lados pouca construção de jogadas. O Botafogo mostrou-se inicialmente frágil no lado esquerdo de sua defesa e com poucas opções de ataque. Mas a situação melhorou depois que René Simões trocou o posicionamento de Sassá e Rodrigo Pimpão. Quando foi para o lado direito, Pimpão deu trabalho nas tabelas com Gilberto.

Com o passar do tempo, as trocas foram ocorrendo e, com a falta de entrosamento, o Botafogo passou a ser cada vez menos incisivo na frente. As chances ocorreram em lances isolados com Bill, Murilo, Henrique e Jobson, que teve boas chances de marcar nos 25 minutos em que atuou.

Sem ter sido muito ameaçado ao longo do segundo tempo, o Botafogo sofreu seu gol numa bola aérea. Aos 25 minutos do segundo tempo, Raí desviou de cabeça uma bola originada de uma cobrança de falta.

Apesar do gol sofrido, a torcida do Botafogo seguiu apoiando a equipe. Da tribuna do CEFAT, o presidente Carlos Eduardo Pereira também transmitiu seu incentivo, citando o nome de muitos atletas. Do elenco que realiza a pré-temporada, apenas o goleiro Andrey, o meia Cidinho e o volante Andreazzi não atuaram. Eles estão machucados. O zagueiro Dankler e atacante André Luis estavam à disposição, mas não foram usados pelo René.

Por Gustavo Rotstein e Sofia Miranda Rio de Janeiro/GE