sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Operários do Engenhão entram em greve e paralisam obras no estádio


Trabalhadores cobram o direito de serem representados pelo Sintraicp. Partes estão reunidas na manhã desta sexta-feira para costurar acordo



Os operários das obras no Engenhão entraram em greve e paralisaram os trabalhos na manhã desta sexta-feira. Os trabalhadores cobram o direito de serem representados pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada Intermunicipal do Rio de Janeiro (Sintraicp), e, por sua vez, terem todos os benefícios dos acordos feitos pela entidade.

Os operários aguardavam uma decisão da Justiça para entrar em greve, mas decidiram antecipar a ação. O consórcio responsável pelas obras no Engenhão tenta agir rápido para costurar um acordo e evitar que os trabalhos no local atrasem ainda mais. No momento, as partes estão reunidas para buscar uma solução.

Nessa quinta-feira, operários trabalhavam nas obras no entorno do estádio (Foto: Gustavo Rotstein)

Após 16 meses, o Engenhão voltará a receber uma partida de futebol neste sábado, quando o Botafogo enfrenta o Shandong Luneng, da China. O jogo, no entanto, terá portões fechados, uma vez que o clube não quer correr o risco de receber público com o estádio nas atuais condições.

O Botafogo alega problemas na parte elétrica e o entulho no entorno do estádio como as principais preocupações. Prevista para o Engenhão, a partida de estreia no Campeonato Carioca, contra o Boavista, no dia 31, foi transferida para São Januário.

Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE