segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Bota sofre poucos gols, mas defesa ainda preocupa Jefferson e René


Segundo time menos vazado no Campeonato Carioca, clube ainda busca ajustar sistema defensivo para evitar sustos. Goleiro está tendo trabalho



Maior ídolo do atual Botafogo, Jefferson está tendo trabalho neste início de ano. Se o ataque vem correspondendo com gols, o sistema defensivo apresentou falhas nos primeiros jogos e preocupa. O goleiro é o principal responsável pelo fato de o time ter sofrido apenas dois gols nas três primeiras rodadas do Campeonato Carioca. Ao lado do Flamengo, o Alvinegro tem a segunda defesa menos vazada.

Com defesas importantes, Jefferson evitou que o Boavista empatasse na estreia e teve lances geniais contra o Volta Redonda. Até mesmo na goleada por 4 a 0 sobre o Bonsucesso, no último sábado, o camisa 1 teve trabalho. Para o goleiro, o excesso de vontade do time em partir para o ataque vem deixando buracos na defesa.

- Não vamos conseguir marcar sempre o adversário na frente. Claro que todos estão correndo e querendo muito. Jogando com o coração. Mas há momentos em que temos que pensar na partida. Não podemos estar vencendo e levar contra-ataque - disse Jefferson.

René Simões concorda com o goleiro. O treinador não culpa os zagueiros pelas falhas, mas reconhece que o sistema defensivo precisa evoluir e promete trabalhar isso ao longo da semana.

- Não concordo que o problema seja a defesa. O que não está me agradando é o sistema defensivo como um todo. E isso inclui todo o time. Estamos marcando lá na frente. Se o atacante aperta a saída de bola, o meio-campo tem que subir junto, assim como a defesa também se adianta. Isso requer treino e entrosamento - disse René.

Jefferson tem sido um dos destaques do Botafogo neste início de temporada (Foto: Vitor Silva / SS Press)

O Botafogo se reapresenta na tarde desta segunda-feira no Engenhão. Na quarta, o time enfrenta o Bangu, às 17h, no Los Rarios.

Por Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE