quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Na metade do caminho, Pimentinha terá que trabalhar forte para estrear


René Simões diz que atacante ainda está longe das condições físicas ideais e revela conversa com o atleta: “Vai ter que fazer um sacrifício além do normal”




Pimentinha foi o último jogador a se apresentar ao
 Botafogo em 2015 (Foto: Marcelo Baltar)
Último reforço a se apresentar, Pimentinha ainda não tem previsão de estreia pelo Botafogo. Desde o final da semana passada, o atacante tem ido a campo, mas vem realizando trabalhos físicos à parte, sem contato com bola. O jogador terá de trabalhar forte para poder debutar pelo Alvinegro.

Como a negociação com o Botafogo se arrastou durante todo o mês de janeiro, Pimentinha estava treinando no Sampaio Corrêa, mas se apresentou muito abaixo fisicamente do restante do elenco alvinegro. Nesta terça, René Simões teve uma conversa com o jogador e disse que ele terá de se sacrificar para acelerar a preparação e ganhar condições de jogo.

- No momento, o Pimentinha tem metade do condicionamento do restante do grupo. Hoje (terça), tive uma conversa com ele e falei: “Você vai ter que fazer um sacrifício além do normal”. Lá (Maranhão) ele não estava treinando direito. E aqui a nossa pré-temporada foi muito forte, uma das mais intensas em que trabalhei. Por enquanto, ele não está nem treinando com bola. É arriscado. Vamos esperar que ele chegue a pelo menos 70%, 75% do nível do grupo para colocá-lo com o time – disse o treinador.

Pimentinha chegou ao Rio de Janeiro no início da semana passada e passou por uma bateria de exames, antes de assinar contrato. Na última sexta-feira, ele foi a campo pela primeira vez, mas realizou apenas trabalhos físicos.

O atacante, que se destacou na Série B com a camisa do Sampaio Corrêa, chegou ao Botafogo sem custos por empréstimo até o fim do ano. O clube, que arcará apenas com os salários do jogador, tem a opção de compra até dezembro.

Por Gustavo Rotstein e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE