domingo, 15 de março de 2015

Botafogo acorda no 2º tempo, derrota Resende e mantém perseguição ao Vasco




Assim como na última rodada, o Botafogo acordou no segundo tempo para garantir a vitória. Neste domingo, contra o Resende, o time de Renê Simões teve dificuldades na etapa inicial, mas foi soberano após o intervalo para garantir o triunfo. O placar de 3 a 0 - com gols de Tássio, Jóbson e Rodrigo Pimpão - mantém o Botafogo perto do líder Vasco na classificação do Campeonato Carioca.

O Botafogo teve paciência no Engenhão para esperar o momento certo e resolver a partida para fechar a rodada na segunda colocação. Com 25 pontos, o clube mantém boa fase neste início de temporada e persegue o rival cruzmaltino no Estadual. O Vasco soma um ponto a mais após goleada sobre o Nova Iguaçu e é o líder da competição.

Fases do jogo


Sem se encontrar em campo, o Botafogo abusava dos erros na troca de passes do seu setor defensivo. E isso custava para os donos da casa, que sofriam pressão do Resende. A melhor opção alvinegra era Jóbson. Aos 26min, o atacante encontrou Tomas com passe bonito de calcanhar. Diego Jardel recebeu a bola na sequência e perdeu a oportunidade, em bela defesa de Arthur.

Mesmo sem jogar bem, o Botafogo teve nova chance clara antes do intervalo. Nos acréscimos, Gilberto aproveitou saída errada do goleiro adversário para finalizar de cabeça. O zagueiro Rogério pulou e conseguiu salvar o gol, em cima da linha.

Aos 9min do segundo tempo, o Botafogo conseguiu superar o Resende. Tássio aproveitou rebote de finalização de Diego Jardel e, livre, mandou para as redes. O atacante marcou 1 a 0 para dar tranquilidade e fazer o jogo ficar bem mais fácil para o Alvinegro.

Aos 15min, Carleto encontrou Jobson, que foi veloz para tocar na saída do goleiro do Resende e ampliar o marcador. Ainda deu tempo de o Botafogo marcar 3 a 0, com Rodrigo Pimpão. O atacante voltava de lesão e conseguiu marcar aos 41min, em rebote após chute na trave de Gegê.

Chave do jogo - A presença de área do grandalhão Tássio foi fundamental para a vitória alvinegra. Com 1,96m, o atacante foi procurado em todos os momentos pelos companheiros. Apesar da pouca técnica, mostrou força para brigar com os zagueiros e foi premiado com o gol.

O melhor - Tássio: Na vaga de Bill, o atacante soube aproveitar a sua oportunidade e pode passar a ter mais chances com Renê Simões. Com o primeiro gol marcado pelo Botafogo, ele ultrapassa Sassá na briga entre os reservas do sistema ofensivo alvinegro.

O pior - Dierson: O garoto entrou no time titular do Botafogo pela falta de opções no elenco para a posição de primeiro volante. Na vaga de Marcelo Mattos, ele mostrou insegurança e foi pouco produtivo na partida. Ainda precisa ganhar experiência.

BOTAFOGO 3 X 0 RESENDE


Data/hora: 15/03/2015, às 18h30 (de Brasília)
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rafael Martins de Sá
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Jackson Massarra Santos
Cartões amarelos: Carleto (BOT) e Jhulliam, Gabriel e Capone (RES)
Gols: Tássio, aos 9min do segundo tempo, Jóbson, aos 15min do segundo tempo e Rodrigo Pimpão, aos 41min do segundo tempo

BOTAFOGO
Jefferson; Gilberto, Diego Giaretta, Renan Fonseca e Carleto (Gegê); Dierson, Willian Arão, Tomas, Diego Jardel; Jóbson (Sassá) e Tássio (Rodrigo Pimpão)
Técnico: Renê Simões

RESENDE
Arthur, Gabriel, Admilton, Rogério e Kim (Cássio); Capone (Caleb), Iuri Pimentel, Léo Silva e Leandrinho (Dudu); Gustavo e Jhulliam
Técnico: Paulo Campos


Do UOL, no Rio de Janeiro