quarta-feira, 25 de março de 2015

Botafogo tropeça e perde a chance de disparar na liderança


Barra Mansa marca no fim, empatando a partida (1 a 1) e atrapalha os planos do Fogão. Bill perde pênalti que daria a vitória ao Alvinegro



Pelo meio não dava em nada, em jogadas pelas pontas menos ainda. O Barra Mansa, apenas na parte de baixo da tabela do Campeonato Carioca, não era presa fácil, como esperava o Botafogo. E não foi mesmo. A equipe endureceu o jogo todo e mereceu o empate em 1 a 1. E mais: a vitória do Barra Mansa seria ainda mais justa.

Tudo bem que o Botafogo abriu o marcador em um escanteio batido rasteiro por Diego Jardel, aos 27 minutos do primeiro tempo, com o zagueiro Roger Carvalho, livre de marcação, estufando a rede.

Parecia que seria mais um dia que o time do Sul Fluminense se assanhava, obrigando Renan a trabalhar um pouquinho. Pouquinho? Não! Renan teve muito trabalho, principalmente no segundo tempo.

Mas voltemos ainda à primeira etapa. Quem se destacava ao ponto de ser visto em quase todos os setores do campo era o volante Willian Arão. De desconhecido no início da temporada, passou a ser o maior ladrão de bolas do time alvinegro.

Por ele, ninguém passava e ainda era responsável por alguns contra-ataques, como aos 4 minutos, quando Tomas aproveitou roubada de bola do companheiro para mandar um chute cheio de efeito. Sorte que Thiago estava bem posicionado.

Jobson até tentou alguns rabiscos, mas nunca em linha reta, sempre torta. Numa delas, aos 10 minutos, procurou Bill na área, mas a zaga do Barra Mansa tirou.

Bill voltou ao Botafogo nesta quarta, mas passou em branco (Foto: Cleber Mendes/LANCE!Press)

Com muita confusão no meio de campo, a saída era pelas pontas. Mas faltava quem chegasse à linha de fundo e acertasse um cruzamento ou mesmo dois jogadores para criarem uma tabelinha.

Se o primeiro tempo já foi sofrível para o Botafogo, pior ainda foi a etapa complentar. Quem diria! O Barra Mansa mandou no jogo e chegou ao empate aos 33 minutos com Hudson, em bela cabeça.

O Glorioso teve ainda chance de chegar à vitória. Mas Bill, aos 42, tratou de perder uma penalidade com certa displicência. René Simões, certamente, vai dar uma dura aquelas nos seus jogadores. Só assim para aprenderem a não vacilar!

FICHA TÉCNICA

BARRA MANSA 1X1 BOTAFOGO

Local: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data/hora: 25/03/15 - Às 19h30
Árbitro: Patrice Maia (RJ)
Público/Renda: 2.712 pagantes / R$ 65.230,00
Gols: Roger Carvalho (27'/1º) e Hudson (33'/2ºT)

BARRA MANSA: Thiago Leal; Dudu, Rômulo, Thiagão e Wallace; Sena, Maicol (Kaike 11'/2ºT), Rafhael e Vitinho; Hudson e Nandinho (Jefferson 24'/2ºT) - TÉCNICO: Manoel Neto.

BOTAFOGO: Renan; Fernandes, Roger Carvalho, Renan Fonseca e Jean (Diego Giaretta 23'/2ºT); Marcelo Mattos, Willian Arão, Tomas (Gegê 17'/2ºT)e Diego Jardel (Murilo 9'/2ºT); Jobson e Bill - TÉCNICO: René Simões.

Leia mais no LANCENET!