quinta-feira, 26 de março de 2015

Cartola do Botafogo se exalta no vestiário e deixa clima pesado com atletas



Vitor Silva / SSPress


O empate por 1 a 1 com o Barra Mansa não acabou após o apito final. No vestiário, os ânimos se exaltaram com a presença do vice de futebol do Botafogo, Antônio Carlos Mantuano. O cartola entrou no cômodo completamente exaltado e disparou algumas críticas pesadas. Alguns jogadores reagiram e a comissão técnica pediu para que o dirigente deixasse o local.

O diretor de futebol Antônio Lopes contou com o auxílio de um dos seguranças para conter Mantuano, que não parou por aí. Mesmo do lado de fora, ele falava aos berros no celular: "Esse jogador não tem a menor condição de ser jogador do Botafogo e permanecer no elenco". No fim do segundo tempo, Bill desperdiçou pênalti de maneira bizarra e foi vaiado pela torcida.

Enquanto Mantuano desabafava no celular, o clima no vestiário era pesado. Jogadores não acreditavam no que tinham presenciado e consideraram a forma que a cobrança foi feita totalmente descabida e exagerada. Alguns mais experientes e que já o conhecem há mais tempo comentavam que o jeito "explosivo" do cartola é um problema e que uma hora isso aconteceria.

Mesmo longe de Volta Redonda, o presidente Carlos Eduardo Pereira teve que entrar no circuito para amenizar a primeira crise de seu mandato, criada por um dos seus homens de confiança. Mantuano seria candidato nas últimas eleições, mas se aliou ao rival em troca do cargo no futebol.

O presidente é à favor das cobranças, mas desde que sejam feitas dentro de um limite. Existe um consenso de que Mantuano extrapolou por ter agido no calor da emoção, o que expõe falta de profissionalismo, cada vez mais raro no futebol atual. Por outro lado, a critica mostra uma mudança em relação à última gestão, que evitava cobrar os atletas.

Procurado pelo UOL Esporte, Mantuano não atendeu às ligações. O técnico René Simões também não comentou o assunto em coletiva de imprensa após o jogo e o entrevero no vestiário.

Apesar da crise criada por Mantuano, o Botafogo, com 29 pontos, segue na liderança do Campeonato Carioca. O Flamengo poderia ter ultrapassado a equipe, mas venceu o Bangu por apenas 2 a 1 e tem saldo de gols inferior. O Alvinegro volta a campo neste domingo, quando medirá forças com o Vasco, no Maracanã.

Bernardo Gentile
Do UOL, no Rio de Janeiro