terça-feira, 10 de março de 2015

Cigano da bola, Tássio confia em experiência para chance como titular


Após fazer sua estreia pelo Botafogo na partida contra o Fluminense, centroavante disputa com Sassá uma vaga no lugar de Bill, suspenso contra o Tigres




Tássio treina em busca de uma chance no Botafogo
 (Foto: Vitor Silva / SSPress)
Portugal, Chipre, Coreia do Sul, Grécia, Bulgária, Irã, China e 10 clubes do Brasil. Tássio rodou muito até chegar ao Botafogo, no início de 2015. Embora esteja integrado ao elenco desde janeiro, somente no último domingo ele fez sua verdadeira apresentação à torcida, estreando pelo clube ao entrar no segundo tempo da derrota por 3 a 1 para o Fluminense, no Maracanã. O centroavante de 30 anos e 1,96m é um dos candidatos a substituir Bill, suspenso da partida contra o Tigres, nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Carioca.

O golaço marcado pelo Bragantino na vitória sobre a Penapolense, no Paulistão do ano passado, é um de seus trunfos (assista ao vídeo abaixo). Mas Tássio espera ter a chance de mostrar mais, agora pelo Botafogo. Até entrar em campo no último domingo o atacante não tinha recebido qualquer oportunidade com o técnico René Simões, mas vinha incomodando a defesa titular nos treinamentos.

Não sinto mais tanta pressão. Sou um cara muito rodado. Minha experiência de ter jogado em diversos países me dá mais tranquilidade nesses momentos.
Tássio, atacante do Bota

Uma chance perdida no segundo tempo do clássico contra o Fluminense deixou parte da torcida insatisfeita no Maracanã. Mas Tássio se diz pronto para mostrar mais, caso comece jogando a partida desta quarta-feira.

- Não sinto mais tanta pressão. Sou um cara muito rodado. Minha experiência de ter jogado em diversos países me dá mais tranquilidade nesses momentos. Aqui no Brasil também consegui me destacar. Ano passado, fiz aquele gol pelo Bragantino, que chamou atenção de muita gente. Vários clubes vieram me procurar, mas hoje estou feliz no Botafogo. Espero fazer gols assim com a camisa alvinegra - disse ele, que é nascido no Rio de Janeiro.





Além da responsabilidade de mostrar lances semelhantes ao do gol marcado pelo Bragantino, Tássio sabe o que representa lutar pela vaga de um dos artilheiros do Botafogo na temporada, com quatro gols. Outro candidato a começar o jogo contra o Tigres é Sassá, que desponta como favorito por ter entrado em todas as oito partidas do Alvinegro no ano.

- O Bill se tornou um jogador extremamente importante para nosso time. Infelizmente, não poderá jogar. Mas temos boas peças de reposição. O Sassá está fazendo um grande estadual, mas eu também estou trabalhando duro e me sinto preparado, caso o René precise. Nossa briga é sadia, e só tem a acrescentar boas alternativas para o time. Tenho certeza que quem for escolhido para jogar na quarta dará conta do recado - afirmou Tássio.

Por GloboEsporte.com Rio de Janeiro/GE