segunda-feira, 9 de março de 2015

Em dia de reuniões e conversas, Bota mantém confiança após derrota


Encontro somente de atletas, convocado por Jefferson, busca fazer com que grupo siga motivado depois de perder para o Fluminense, neste domingo



Gilberto relata conversa do grupo do Bota (Foto: Gustavo Rotstein)
Os titulares do Botafogo não treinaram no campo nesta segunda-feira. Mas o dia seguinte à derrota para o Fluminense foi de vestiário movimentado. Antes do treino desta segunda-feira, jogadores e comissão técnica se reuniram para conversar sobre erros e acertos que ocorreram no clássico. E, depois da atividade física, os atletas, convocados pelo capitão Jefferson, tiveram um encontro sem a participação de outros integrantes da equipe.

O objetivo da conversa exclusiva dos jogadores foi, principalmente, não deixar que o resultado diante do rival tenha influência no próximo compromisso, nesta quarta-feira, contra o Tigres, no Estádio Nilton Santos. A intenção é manter o foco do elenco, que até o último domingo era o líder do Campeonato Carioca e que agora está em segundo lugar, com um ponto a menos do que o Vasco.

- Nós jogadores tiramos 10, 15 minutos para conversar entre a gente. Não foi exatamente pela derrota. Foi para mantermos a cabeça no lugar, já que somos um time novo, que mudou quase todo. Foi bom ter essa conversa num momento como esse, o Jefferson achou necessário - explicou o lateral-direito Gilberto.

O jogador, assim, mostrou-se confiante de que verá, nesta quarta-feira, um Botafogo que entrará em campo sem deixar-se levar pelo resultado da última rodada. Dessa forma, a equipe seguirá competitiva.

- Com certeza a derrota não vai nos abalar, porque nosso time sabia que uma hora aconteceria. Na nossa conversa de hoje, lembramos que quando vencemos o Flamengo tivemos a consciência de que não éramos o melhor time, e agora também sabemos que não somos o pior. Estamos com a cabeça no lugar e vamos trabalhar sabendo onde erramos - ressaltou Gilberto.


Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE