domingo, 22 de março de 2015

René elogia Daniel Carvalho e admite integrar meia ao elenco para Série B


Há um mês treinando no Botafogo, jogador de 32 anos vem agradando a comissão técnica, e treinador deixa recado: "Ainda tem espaço para alguém mais experiente"




Daniel Carvalho mantém forma física há um mês no Botafogo,
 período em que chamou atenção de René (Foto: Vitor Silva/SSPress)
Na última quarta-feira, da beira do campo do estádio Nilton Santos - como o Botafogo rebatizou o Engenhão -, René Simões pôde observar uma boa atuação de Daniel Carvalho durante 45 minutos do jogo-treino contra o Minnesota United, dos Estados Unidos. Tentando recuperar a forma para voltar ao futebol profissional, o jogador de 32 anos está treinando no clube há pouco mais de um mês e vem agradando a comissão técnica. Se a diretoria por enquanto descarta a contratação do meia, o treinador alvinegro levanta números e já admite a possibilidade de integrá-lo ao elenco para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

- É um jogador que tinha parado, mas pelo filho resolveu voltar. Me pediu se podia manter a forma lá. Vem mantendo a forma, mas vem tendo uma produção como teve no jogo contra o time dos Estados Unidos. Em um tempo de jogo ele fez 25 passes de segurança, aquele passe fácil, e errou só dois. Depois, nos passes decisivos, se não me engano fez 11 e errou só três. E o passe de quebra de linha, que você faz para frente, não é o de segurança, ele fez mais uns 20 e errou pouquíssimos. É um jogador que vem se empenhando muito e, se continuar produzindo o que vem produzindo, a gente pode até pensar no Campeonato Brasileiro, quem sabe? Mas não tem nada definido, não - detalhou o comandante.

Além dos elogios do chefe, pesa a favor de Daniel Carvalho o fator experiência. Com passagens por Internacional, CSKA (Rússia), Atlético-MG, Palmeiras e seleção brasileira, o meia poderia dividir responsabilidades e liderança com Jefferson e outros jogadores mais rodados em um elenco formado por muitos jovens.

- Nosso grupo aceita bem os jogadores, e ele é um jogador experiente. Temos assim o (Marcelo) Mattos, o Jefferson, o Roger Carvalho e o Bill. Quatro, ainda tem espaço para alguém mais experiente - afirmou René.

O último clube de Daniel Carvalho foi o Criciúma, em 2013. No ano passado, largou o campo pelas quadras e jogou futsal em um time formado por ele mesmo, chamado DC Futsal (as iniciais de seu nome). Mas decidiu retomar a carreira pelo filho João Paulo, de sete anos, que pouco o viu jogar. Viajou para o Rio de Janeiro no fim de janeiro, passou três semanas fazendo trabalhos físicos ao lado do fisiologista do Flamengo, Cláudio Pavanelli, e começou a treinar no Botafogo no mês passado. Segundo o clube alvinegro, o jogador vai manter a forma com o elenco por prazo indeterminado.

Por Chris Mussi e Thiago Lima Rio de Janeiro/GE