domingo, 5 de abril de 2015

Botafogo passa sufoco, mas goleia Madureira e garante vaga na semifinal


Após primeiro tempo ruim, time de René Simões reage com bomba de Carleto e faz quatro gols no rival que, até intervalo, tinha melhor defesa do Carioca: 4 a 1



No fim do primeiro tempo, no Engenhão, a situação do Botafogo era ruim. Apagada, a equipe foi pressionada e saiu perdendo em casa para o Madureira, com gol sofrido em um pênalti polêmico. Se aquele resultado perdurasse, o time teria de torcer contra o Fluminense para não sair da zona de classificação. Mas a equipe comandada por René Simões acordou no segundo tempo. Com ímpeto renovado, o time alvinegro partiu para cima, transformou derrota em goleada e inverteu a situação na tabela. Os gols foram de Thiago Carleto, Rodrigo Fonseca, Fernandes e Bill (Rodrigo Lindoso marcou pelo Madureira). Com a vitória por 4 a 1, o clube de General Severiano terminou a penúltima rodada com a classificação garantida para a semifinal e torcendo por um tropeço do Flamengo para permanecer na liderança da tabela. Restou ao Madureira, que até então tinha a melhor defesa do campeonato, a função de torcer para ficar na zona de classificação.

Com a vitória, o Botafogo assumiu a liderança provisória com 33 pontos e torce contra o Flamengo, no clássico diante do Fluminense, que começa em instantes, para manter a posição - o clube da Gávea tem 32 pontos. De qualquer forma, o time de René Simões é o primeiro a garantir vaga na semifinal do Carioca. Na última rodada, a equipe enfrentará o Macaé. O Madureira, por sua vez, tem 30 pontos e torce agora contra o Fluminense (28 pontos) para permanecer na zona de classificação e chegar em vantagem à última rodada, quando enfrentará o Tricolor das Laranjeiras no Raulino de Oliveira para decidir a vaga na próxima fase. 

Thiago Carleto comemora gol que iniciou reação do Botafogo contra Madureira (Foto: Bruno de Lima / Estadão Conteúdo)
Sufoco do primeiro ao último minuto. O primeiro tempo, para o Botafogo, foi assim. Madureira sempre no ataque, chegando a marcar por pressão em vários momentos, e criando diversas chances. Apesar do volume de oportunidades, a equipe tricolor converteu somente o pênalti sofrido por Rodrigo Pinho e cobrado por Rodrigo Lindoso. No fim da etapa, Bill ainda reclamou de pênalti para os alvinegros, mas a arbitragem não marcou.

O Botafogo voltou para a etapa final disposto a mudar o panorama, mostrou mais vontade, e logo empatou. Thiago Carleto estufou a rede em cobrança de falta na entrada da área aos 10 minutos. A virada veio pouco depois, aos 17, com Renan Fonseca, de cabeça. Fernandes, aos 29, ampliou. Bill, de pênalti, também deixou o seu: 4 a 1. Já sem poder de reação, o Madureira, que até o intervalo da partida tinha a melhor defesa do Carioca, não ofereceu mais perigo à vitória alvinegra até o fim da partida.

Por GloboEsporte.com Rio de Janeiro/GE