sexta-feira, 24 de abril de 2015

Botafogo-PB já se prepara para a vida sem o artilheiro Rafael Oliveira


Belo só espera comunicação oficial do empresário João Feijó para liberar o atacante, que pode se apresentar na semana que vem no Botafogo para as disputas da Série B



A saída de Rafael Oliveira do Botafogo-PB parece ser uma questão de tempo. Ou melhor, de um comunicado oficial do Corinthians-AL, dono dos direitos federativos do jogador, confirmando que aceitou a proposta do Botafogo do Rio de Janeiro. É assim, fácil, fácil. Isso porque, apesar de ter contrato com o Belo até o fim do ano, o artilheiro do Brasil em 2015 tem uma cláusula que o libera automaticamente em caso de propostas de clubes das séries A ou B do futebol brasileiro.

- O nosso interesse é continuar com Rafael até o fim da Série C. Mas realmente existe essa cláusula em seu contrato. Hoje ele é um jogador valorizado, é o artilheiro do futebol brasileiro, por isso muitos clubes o querem. Mas o Botafogo não recebeu nenhum pedido oficial para liberar o atleta - frisou o diretor de futebol Zezinho Botafogo.

Rafael Oliveira tem uma média de quase um gol por jogo em 2015 (Foto: Francisco França / Jornal da Paraíba )

Na verdade, a diretoria do Belo já sabe que dificilmente terá condições de segurar Rafael Oliveira, se esse não for o interesse do jogador (como de fato é). No entanto, ainda tenta alguma compensação com o Botafogo carioca, assim que for oficialmente comunicado do interesse. A outra possibilidade, mais remota, é o Botafogo paraibano procurar o jogador para um novo acerto financeiro, demovendo-o da ideia de sair de João Pessoa.

Oliveira é hoje a grande referência do ataque do
Belo (Foto: Francisco França / Jornal da Paraíba)
No Rio de Janeiro, a contratação de Rafael Oliveira pelo Glorioso já é dada como certa. Nesta quinta-feira, inclusive, informações de dentro do clube carioca davam conta que o atacante se apresentaria na semana que vem para exames médicos.

Com isso, o Botafogo-PB já prepara a vida sem o seu artilheiro. O primeiro passo foi acelerar a contratação de Luiz Carlos, que estava no Brasiliense. O jogador de 34 anos e em sua chegada a João Pessoa teve que responder a muitas perguntas sobre a possibilidade de substituir Rafael Oliveira.

- Eu não estou sabendo se Rafael Oliveira vai ou não. Ele não se pronunciou em relação a isso. Espero ter a felicidade de jogar com ele e dar o meu melhor, até porque acho com dois matadores quem ganha é o Belo - emendou.

Em meio a tudo isso, Rafael Oliveira adota a lei do silêncio. Ele vem ficando fora das escalas de entrevistas elaboradas pela assessoria do Botafogo. Após a partida contra o Sousa, na quarta-feira, em que fez um dos gols da vitória de 4 a 2 no Marizão, o jogador se limitou a dizer que está feliz no Belo, e que qualquer mudança de endereço está nas mãos do empresário João Feijó. Assim, tudo parece ser mesmo uma questão de tempo - e de trâmites burocráticos.

Raio-x de Rafael Oliveira em 2015 (Foto: GloboEsporte.com)

Por Expedito MadrugaJoão Pessoa/GE