quarta-feira, 27 de maio de 2015

Tássio, Murilo e André Luis passam a treinar separados no Botafogo


Fora dos planos do clube, atacantes são afastados do grupo principal até que sejam negociados. Mais novos, Murilo e André Luis podem sair para ganhar experiência




Com status de joia no Inter, Murilo tem contrato até 2016 e pode ser
emprestado para ganhar experiência (Foto: Vitor Silva / SS Press)
A partir desta quarta-feira o Botafogo tem três jogadores a menos treinando sob o comando de René Simões. Os atacantes Tássio, Murilo e André Luis passam a trabalhar com o chamado grupo 2, formado por atletas com contrato em vigor, mas que estão fora dos planos de diretoria e comissão técnica.

Com isso, o Botafogo mostra ao mercado que os três estão disponíveis para negociações, sejam por empréstimo ou em definitivo, já que não agradaram tecnicamente. O objetivo é abrir espaço na folha salarial e, assim, possibilitar a chegada de reforços para o segundo semestre.

Tássio foi contratado no início de 2015 para ser o reserva de Bill. Jogou apenas seis partidas na temporada e marcou um gol. Ele tem contrato até o fim deste ano.

Murilo chegou ao Botafogo em setembro do ano passado com status de joia mal aproveitada pelo Internacional. Mas entrou em campo somente três vezes e não fez gol. A ideia do clube é emprestar o atacante para que ganhe experiência, já que tem contrato até setembro de 2016.

André Luis foi promovido dos juniores em 2015 e somente disputou uma partida como profissional do Botafogo neste ano. É outro a quem o clube espera dar mais rodagem.

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro/GE