quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Comparado a Loco, Navarro brilha e quebra escrita de mais de um ano


Autor de três gols contra o Atlético-GO, atacante ganha da adaptação da música do ídolo uruguaio. Antes dele, último a anotar “hat-trick” pelo Bota foi Daniel, em 2014



A noite desta terça-feira teve um quê de nostalgia para o torcedor alvinegro. Inspirado, o uruguaio Álvaro Navarro deu assistência, marcou três gols e comandou a goleada por 4 a 0 sobre o Atlético-GO. Com a atuação de gala, a comparação com o compatriota Loco Abreu foi inevitável. A torcida presente no Nilton Santos comprou a ideia, adaptou a antiga música do ex-camisa 13 – que brilhou no clube entre 2010 e 2012 - e homenageou seu novo candidato a ídolo.

- Uh, Navarro! Uh, Navarro!

Navarro foi o protagonista da goleada do Botafogo (Foto: Estadão Conteúdo)
Contratado há poucos mais de um mês sob desconfiança, Álvaro Navarro deu, na noite desta terça-feira, um importante passo para conquistar os corações alvinegros. Com os três gols, o uruguaio chegou a cinco e se aproximou dos sete de Rodrigo Pimpão que, apesar de não estar mais no clube, ainda é o artilheiro do Botafogo na Série B.

Navarro ainda quebrou uma marca que durava há mais de um ano. O último a marcar três vezes em um mesmo jogo pelo Botafogo foi Daniel. O meia, hoje no São Paulo, anotou o “hat-trick” na goleada por 6 a 0 sobre o Criciúma, em 10 de maio do ano passado

- É uma marca muito importante. Foi lindo, fico muito feliz. Mas o mais importante foi a vitória do Botafogo – disse o atacante, em um portunhol arrastado, na saída do Estádio Nilton Santos.

Após a partida, Navarro ainda tentou, sem sucesso, ficar com a bola do jogo para guardar de recordação da noite especial. O uruguaio, no entanto, ainda não desistiu da missão.

- Não consegui a pelota do jogo, mas vou tentar conseguir amanhã.


Por Jéssica Mello e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE