quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Fernandes tem evolução física, ganha massa muscular e desponta em campo



Integrado ao elenco profissional em janeiro, meia ganha três quilos de massa magra, perde gordura e conquista espaço no Bota. Titular, ele marcou nos dois últimos jogos




A evolução física pode estar por trás do sucesso de Fernandes nos últimos jogos. Desde o início da temporada, quando, ainda aos 19 anos, foi integrado aos profissionais, o meia vem recebendo atenção especial de preparadores e fisiologistas do Botafogo. O apogeu físico coincide justamente com o melhor momento técnico. Titular, Fernandes foi bem e marcou gols nos últimos dois jogos, contra Boa Esporte e Macaé.

Desde que subiu para o elenco profissional do Botafogo, musculação e suplementação passaram a fazer parte da rotina diária de Fernandes. A evolução pode ser comprovada em números.
Fotos na pré-temporada em janeiro (esq.) e no jogo contra o Macaé comprovam evolução física de Fernandes

- O Fernandes chegou magrinho dos juniores, com pouca massa muscular, mas com o percentual de gordura acima do que tem hoje. Com o trabalho que está sendo feito desde o início do ano, ele perdeu gordura e teve um ganho significativo de massa muscular. Essa evolução fez com que a performance física nos últimos jogos fosse a melhor dele na temporada. No jogo contra o Boa, ele teve o maior número de ações de alta intensidade e atingiu sua maior velocidade máxima. Contra o Macaé, ele teve a maior quilometragem dele no ano, superando 10 quilômetros. Acreditamos que ele está no melhor momento físico na temporada - elogiou o fisiologista do Botafogo, Manoel Coutinho. 

Rotina de musculação vem ajudando no
desempenho em campo (Foto: Vitor Silva/ SSPress)
Na opinião do fisiologista, a melhora física vem refletindo diretamente nas boas atuações de Fernandes nos últimos jogos.

- Ele ganhou mais de três quilos de massa muscular e teve uma redução de percentual de gordura de mais de 2%. Esses resultados são muito significativos. Isso reflete no desempenho. Ele tem menos gordura para carregar e tem mais peso ativo. Isso facilita em campo e ajuda na prevenção de lesões.

Fernandes também percebe, dentro de campo, as vantagens de um melhor condicionamento físico. A velocidade, na opinião do jogador, foi seu maior ganho.

- Treinamos todos os dias na academia. Temos profissionais muito gabaritados. Isso está me ajudando bastante em campo. Depois do Carioca, quando fiquei sem jogar, intensifiquei na academia. Fiquei um pouco mais forte. O resultado está acontecendo. Essa evolução física está me ajudando bastante. O futebol, hoje em dia, é muito pegado. Eu me achava um pouco lento. Agora estou me sentindo mais rápido, fazendo jogadas de velocidade - frisou Fernandes.





Uma delas, por exemplo, vai ficar na memória de Fernandes e da torcida do Botafogo por muito tempo. Na última terça, na vitória sobre o Macaé, o meia arrancou no meio de campo, passou por dois marcadores e marcou um belo gol de fora da área. (veja no vídeo acima).

- Eu ia tocar para o Neilton, mas, no momento do passe, o zagueiro abriu as pernas e tive que tirar dele. Na hora, não notei que os zagueiros se chocaram. Vi depois em casa, e até fiquei rindo. Foi engraçado. Foi uma bela jogada, corada com um belo gol

Por Diego Maraes e Marcelo Baltar Rio de Janeiro/GE