terça-feira, 8 de setembro de 2015

Herói de novo, Sassá faz dois, e Botafogo vence Paraná de virada


Assim como diante do Vitória, atacante sai do banco de reservas para marcar os gols do 2 a 1 no Nilton Santos, mantendo alvinegro na liderança da Série B



Na hora de optar pela forma de conduzir seu retorno à Série A, o Botafogo escolheu o “com emoção”. Assim como no jogo contra o Vitória, foi nos últimos minutos que o time de Ricardo Gomes venceu por 2 a 1 o Paraná Clube, de virada, nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos. E assim como ocorreu no último sábado, Sassá deixou o banco de reservas para ser o herói, marcando os dois gols alvinegros – o último aos 41 minutos do segundo tempo – garantindo a liderança do Brasileiro. Gustavo Sauer abriu o placar para o Tricolor na primeira etapa, diante de 7.226 torcedores (6.220 pagantes).

Sassá comemora gol sobre o Paraná Clube: mais uma vez, atacante deixou o banco para dar vitória ao Botafogo (Foto: Vitor Silva/ SSPress)

Sassá marcou o segundo gol do Botafogo pouco depois de o Paysandu fazer 2 a 1 sobre o Santa Cruz. Se empatasse, o Alvinegro cairia para a segunda posição, com o time paraense chegando à liderança. Mas com a terceira vitória seguida na Série B, o Alvinegro manteve os dois pontos de diferença sobre o Papão (45 a 43) e nesta sexta vai a Vitória (ES) enfrentar o Mogi Mirim como visitante, mas terá o apoio de milhares de capixabas. Já o Paraná Clube parou nos 32 pontos e caiu para a 11ª posição. O próximo compromisso será também na sexta, contra o Paysandu, em Curitiba.


O primeiro tempo teve emoção suficiente para 90 minutos. O Botafogo começou dominando a partida e se mostrava seguro. Mas uma falha individual fez com o que Paraná saísse em vantagem. Num erro de passe Diego Giaretta deu a bola nos pés de Gustavo Sauer, que mostrou qualidade para avançar, driblar e chutar com precisão, fazendo 1 a 0 aos 13 minutos. Mas o Alvinegro não se abalou, foi para cima e teve três chances claras de empatar. Navarro, na pequena área, chutou por cima com o gol aberto. Em seguida, o goleiro Felipe Alves salvou o tricolor com duas grandes defesas. Primeiro, numa cabeçada de Renan Fonseca e, depois, numa bicicleta de Lulinha. Houve ainda dois lances polêmicos. Um gol de Roger Carvalho no qual o bandeira assinalou impedimento, e um pedido de pênalti de Renan Fonseca sobre Carlão.


O Botafogo voltou para o segundo tempo com um desempenho inferior tecnicamente e passou a jogar também contra a impaciência da torcida. O Paraná se fechou atrás e buscou os contra-ataques para segurar a vitória. Mas o Alvinegro insistiu na base da raça e empatou aos 25 minutos com Sassá. E assim como contra o Vitória, o atacante garantiu a liderança da equipe marcando o gol da virada aos 41 minutos, em lance que começou com lançamento de Willian Arão e dividida de Daniel Carvalho. Isso logo depois de Crystian perdeu uma chance clara para os visitantes.

Por GloboEsporte.com Rio de Janeiro/GE